Baseville: de volta aos básicos

“Abrandar, respirar profundamente e recomeçar, com mais consciência, com matérias primas e processos de produção mais ecológicos”. É este o mote da Baseville, uma marca 100% portuguesa recém-lançada por Ana Costa, uma engenheira do Ambiente que se propõe a desafiar a indústria da moda com uma “proposta simples, mas intemporal de básicos” maioritariamente feitos a partir de algodão orgânico.
 
A coleção da Baseville inclui t-shirts, tops e longsleeves - Foto: Divulgação

Detetando a inexistência de uma marca portuguesa dedicada a peças básicas, Ana Costa decidiu criar uma proposta que “oferecesse conforto, durabilidade e com uma qualidade superior”. As peças básicas da Baseville “permitem conjugar todo um guarda-roupa de uma forma criativa, assegurando a diferenciação dessa forma”, garante. 
 
Apresentando-se como uma alternativa à “explosão desenfreada de padrões”, a Baseville propõe um tranquilizante regresso à “calma dos tons básicos” com uma coleção de nove peças, que inclui t-shirts, tops e longsleeves, desenvolvida em torno de três cores: branco, preto e cinzento. Embora a atual coleção inclua apenas tops, a marca prevê o lançamento de vestidos já na próxima coleção.
 
Na génese da marca está ainda a preocupação ambiental, pelo que a Baseville trabalha “apenas com fornecedores portugueses com processos de produção eco-friendly, com malhas conscientes e peças intemporais, com ciclos de vida mais alargados”. O objetivo de Ana Costa é, em última instância “’educar’ os consumidores para os benefícios de uma escolha ambientalmente sustentável”, pode ler-se no comunicado da marca.
 
A coleção da Baseville está disponível para compra no site da marca, bem como nas respetivas contas do Instagram e Facebook. Os preços variam entre 25,50€ e 43,20€.

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirColeção