Câmara Municipal do Porto dedica percursos culturais à joalharia portuguesa

No segundo trimestre de 2018, os percursos pedestres temáticos regularmente promovidos pela Câmara Municipal do Porto são parcialmente dedicados à joalharia portuguesa. Depois de um primeiro itinerário, apresentado a 27 de abril, haverá ainda dois percursos relacionados com a temática da joalharia, a terem lugar a 24 de maio e 6 de junho.
 

O primeiro itinerário, sob o tema “Joias e Joalharias, do Neoclássico ao Contemporâneo”, teve como ponto de partida a “observação da coleção de joias de Marta Ortigão Sampaio, com destaque para as joias de inspiração clássica”, prosseguindo depois para as atuais joalharias no Centro Comercial Bombarda e Rua do Rosário, num trajeto que visou a “compreensão da evolução da arte da ourivesaria até à contemporaneidade”.
 
No dia 24 de maio, arranca às 15 horas o segundo percurso, “Joias e Joalharias, do Neoclássico ao Contemporâneo II”, que dá continuidade à “descoberta de joias de inspiração clássica”, conduzindo os curiosos até às joalharias mais famosas na Baixa do Porto.
 
O último percurso temático dedicado à joalharia acontece a 6 de junho e será dedicado ao tema “Porto da Filigrana: à descoberta das ourivesarias da cidade”. Com início às 14 horas, este itinerário debruça-se sobre o “importante papel” que os artistas portuenses assumiram na criação de peças em filigrana, que “representam um valioso legado patrimonial e histórico”.
 
A participação nos percursos pedestres temáticos está sujeita à compra de um bilhete único (3 euros) num dos pontos de venda definidos pela Câmara Municipal do Porto (que podem ser consultados na página da entidade). Cada percurso tem a duração média de duas horas.

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

JoalhariaEventos