Colette prepara grandes mudanças em seu espaço dedicado ao luxo

No início do ano, a equipe da icônica Colette, concept store parisiense situada no número 123 da rue Saint-Honoré, celebrou intensamente e excentricamente seu aniversário de 20 anos no mercado. Mas agora é hora de olhar para o futuro.

Primeiro andar da Colette - Colette - Colette

“O varejo está mudando. Faz 20 anos que apresentamos as marcas desses estilistas com uma proposta multimarcas, comentou Guillaume Salmon, RP do local, responsável pela loja e sócio de Sarah Andelman. ˜Mas nós somos independentes e isso nos dá a liberdade de testar uma nova abordagem nos próximos meses. "

A nova abordagem implica na transformação total do primeiro andar da Colette.  A partir de 19 de junho, o espaço vai parar de oferecer várias marcas (mas vai manter o espaço dedicado à beleza) e será transformado no "Le Relais" até o fim do ano, espaço inteiramente dedicado a apenas uma marca.  O primeiro andar da Colette tem área de 200 metros quadrados e atualmente exibe as coleções de grandes marcas de luxo, bem como uma seleção de peças dos estilistas mais comentados do momento, e será inicialmente inteiramente ocupado pela Balenciaga.

Até 5 de agosto, a maison de luxo, cuja direção artística é assinada por Demna Gvasalia, vai apresentar sua coleção Outono-Inverno 2017-18 masculina, mas também uma coleção feminina exclusiva, e uma edição limitada de produtos criados especialmente para a ocasião.

“É claro que a proposta da Colette será diferente da loja Balenciaga que fica nas proximidades˜, ressaltou Guillaume Salmon. ˜Nosso desejo é que as marcas possam se apropriar do andar todo. Nós vamos fornecer as especificações técnicas e elas vão desenvolver seu próprio cenário. Nós validaremos juntos. Queremos que a oferta seja abrangente, incluindo moda feminina, masculina, bolsas e acessórios, e que as marcas possam trazer suas colaborações”.

De 7 de agosto a 2 de setembro, o andar da loja ainda terá uma vibe multimarca, com uma seleção de marcas escolhidas a dedo pela agência de Lucien Pagès. Em seguida, será a vez da marca Sacai ocupar o local todo, de 4 a 30 de setembro, seguida da Thom Browne, de 2 a 28 de outubro.  No final do ano, ocuparão o espaço Chanel, de 30 outubro a 25 novembro, e por fim Saint Laurent, de 27 novembro a 20 dezembro.

Durante a primeira semana, cada uma das grifes poderá fazer uma prévia da coleção na vitrine da Colette. Em paralelo, a loja vai continuar mantendo sua seleção de peças descoladas e cuidadosamente escolhidas no piso térreo, e ainda oferecer suas exclusividades e seu savoir-faire em lançamentos de produtos.

A nova abordagem da Colette é mais um sinal da fase difícil que o varejo de luxo vem atravessando, especialmente após os problemas enfrentados pela 10 Corso Como em Milão, na Itália. Ainda é incerto dizer se essas novas abordagens serão favoráveis aos jovens estilistas em ascensão, para os quais uma presença na Colette seria um ótimo cartão de visita.
 

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - DiversosDistribuição