Diane von Furstenberg ponderdeixar o CFDA

Diane Von Furstenberg está a ponderar renunciar ao cargo de Presidente do Conselho de Design de Moda dos Estados Unidos (CFDA), o órgão que regula as passarelas do país.


Diane von Furstenberg - FashionNetwork.com

Diane Von Furstenberg ocupa o cargo desde 2006 e, durante este período, testemunhou um aumento da atenção sobre a semana de Nova Iorque. No entanto, durante as últimas temporadas, também testemunhou um enfraquecimento significativo em comparação com as outras três capitais internacionais da moda (Londres, Milão e Paris), já que muitos designers americanos importantes decidiram migrar seus desfile para Paris.

"Faço isto há muito tempo, mais de uma década, e acredito que tenha feito mudanças importantes, mas acho que é suficiente para mim", disse von Furstenberg à FashionNetwork. 

A notícia surge num momento em que o CFDA está a planear celebrar outra temporada, e pede aos designers que exibam as suas coleções em junho e dezembro, em vez de o fazer nas últimas semanas de fevereiro e setembro. A ideia é responder às mudanças nos padrões de consumo e vendas relacionados com a explosão das vendas pela Internet. 

Famosa por seu dinamismo e ativismo na moda americana, a designer belga estabeleceu a tradição de inscrever cada designer no calendário oficial. Há 136 designers inscritos no programa de 10 dias desta temporada, que começou no dia 5 de fevereiro e termina na quarta-feira, dia 14. Diane von Furstenberg não se mostrou uma grande apoiante das mudanças radicais nas datas.

"Esta temporada, eu disse aos designers que não só tinham que criar uma grande coleção, mas também tinham que inventar o seu próprio modelo de negócios. Disse-lhes para fazerem o que achassem mais conveniente", comentou a estilista de 71 anos, que emigrou para os Estados Unidos no início dos anos setenta.

"Diane fez um ótimo trabalho e somos-lhe muito gratos. Ela tem uma rede de contactos inigualável e a sua habilidade para fazer as coisas no mais alto nível é extraordinária, embora eu deva acrescentar que está a pensar reformar-se”, disse Steven Kolb, diretor executivo da CFDA, quando questionado sobre a notícia. Kolb acrescentou que o mandato de Von Furstenberg termina em dezembro de 2018. "Independentemente da sua decisão, para mim foi uma honra ter trabalhado com ela", comentou Kolb.

Mesmo se for adiante com a sua decisão, von Furstenberg continuará a ser responsável pela marca de moda batizada com o seu nome, que fez uma apresentação muito otimista neste fim de semana pelas mãos do seu novo diretor de design, Nathan Jenden.

Desde outubro de 2016, von Furstenberg também é presidente de uma campanha de angariação de fundos que visa levantar 100 milhões de dólares para a construção de um novo museu na Estátua da Liberdade, que será inaugurado em 2019. "Então, não se esqueça de que vou continuar a ser a madrinha da Estátua da Liberdade, e isso deve manter-me muito ocupada”, brincou a eternamente jovem Diane von Furstenberg.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirLuxo - DiversosModa - DiversosCriaçãoNomeações