Diminuição nos descontos ajudam Ralph Lauren a superar estimativas

Sob a direção de seu novo presidente executivo, Patrice Louvet, a Ralph Lauren Corp. divulgou resultados trimestrais melhores do que o esperado e informou que vai retirar estoque das lojas de departamento para tentar controlar os descontos.


Flagship da Polo Ralph Lauren na Fifth Avenue em Nova York - Reuters

As ações da empresa subiram 11% para 87 dólares, recuperando a maior parte de suas perdas no ano.

O lucro da Ralph Lauren vem em um momento em que a empresa tem mantido um corte em seu estoque, em uma indústria que sofre com gastos lentos e concorrência de varejistas online e fast fashion.

Em uma tentativa de recuperar a sua marca, a empresa retirará de 20 a 25% do estoque das lojas de departamento dos Estados Unidos, no segundo semestre do ano.

"Simplesmente não é sustentável para uma marca high-end estar presente simultaneamente em uma loja maravilhosa na Madison Avenue, e na Macy’s, com uma variedade aleatória de suéteres jogados em uma mesa", disse Neil Saunders, diretor-gerente da empresa de pesquisa GlobalData Retail.

A Ralph Lauren declarou em um comunicado que seu estoque diminuiu 31% no primeiro trimestre, encerrado em 1º de julho.

O novo CEO, Patrice Louvet, que assumiu o cargo em maio, está tentando construir as iniciativas implementadas pelo seu antecessor, Stefan Larsson.

A empresa, que mudou sua plataforma de comércio eletrônico para a nuvem da Salesforce.com Inc em abril, também vem tentando reduzir o tempo necessário para levar os produtos de ponta das marcas Polo e Lauren às prateleiras,  nove meses, antes quinze, de forma a competir melhor com H & M e Zara da Inditex.

As margens brutas ajustadas de Ralph Lauren aumentaram 210 pontos base para 63,2%,  à medida que os custos caíram. Excluindo itens, a empresa ganhou 1,11 dólar por ação, e as vendas caíram 13,2% para 1,35 bilhão de dólares no trimestre.

Segundo a Thomson Reuters I/B/E/S, os analistas esperavam ganhos ajustados de 94 centavos por ação e receita de 1,34 bilhão de dólares.

A Ralph Lauren informou que esperava uma diminuição de cerca de 8 a 9% na receita do ano inteiro.

Traduzido por Novello Dariella

copyright_reutersapi

Luxo - Pronto-a-vestirNegócios