Emporio Armani funde desfiles de moda masculina e feminina

As semanas de moda masculinas estão destinadas a encolher inexoravelmente, à medida que cada vez mais casas optam por desfiles mistos. A última a aderir a este modelo é a Emporio Armani. A linha jovem de Giorgio Armani, que sempre desfilou em Milão, retira-se do calendário masculino e muda-se para a semana da moda feminina, em setembro, onde vai apresentar as suas coleções de homem e mulher para a primavera-verão 2019 durante um único desfile, que acontecerá num local emblemático da capital lombarda.


A nova campanha da Emporio Armani para o outono-inverno 2018/19 - Sølve Sundsbø
 
A casa não quis dar mais detalhes. Nos últimos anos, a Emporio Armani já se havia ausentado das passarelas milanesas, mas durante Semana da moda feminina, apresentando a sua coleção de mulher em Paris e Londres. Esta nova mudança marca uma mudança estratégica. Desfilar durante as semanas da moda masculina parece, de facto, ter perdido o seu apelo. Especialmente em Milão, onde o calendário reduziu consideravelmente, com quase 12 desfiles mistos em 28.

Organizar um desfile de moda é dispendioso e parece não ser assim tão necessário para as casas de moda, que aprenderam a comunicar de forma diferente, especialmente através dos meios digitais, saindo assim do calendário tradicional. Haider Ackermann também anunciou recentemente a sua intenção de abandonar a Fashion Week masculina de Paris, optando por participar no calendário feminino de Paris, em setembro, com um desfile misto.
 
Imediatamente depois, a italiana Furla decidiu unificar as suas apresentações, revelando as suas coleções masculina e feminina durante um único evento no decorrer da Fashion Week de Milão dedicada ao guarda-roupa feminino, a partir de setembro 2018.

A mesma decisão foi tomada pela Ermanno Scervino, cuja linha masculina não desfila desde 2016. A casa italiana irá levar a sua coleção masculina de volta à passarela de Milão. Porém, não será em junho, mas sim em setembro, durante a semana do prêt-à-porter feminino, com um desfile "co-ed".

Outras marcas perceberam que é crucial, hoje mais do que nunca, distinguirem-se por todo os tipos de iniciativas ou novidades, para atraírem todas as atenções. Agora, a mudança está presente em cada temporada. A Gucci, por exemplo, que já figura no calendário das feminino com um desfile misto, irá transferir-se de Milão para Paris em setembro. A marca Vetements, de Demna Gvasalia, por seu lado, deixa a Semana masculina para desfilar fora do calendário durante a Alta Costura.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirLuxo - DiversosDesfiles
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER