Fabrizio Malverdi, novo CEO da Brioni

A especialista italiana em alfaiataria masculina Brioni, a marca que vestiu James Bond e muitos ganhadores de Óscar, nomeou Fabrizio Malverdi para ser o seu novo CEO, recorrendo a um italiano muito experiente em um momento complicado para esta casa de moda histórica.

Fabrizio Malverdi - Brioni

Malverdi se reportará a Jean-François Palus, diretor gerente do grupo Kering. Ele assume sua nova posição a 18 de abril próximo. Malverdi substitui Gianluca Flore, o qual deixou o grupo em fevereiro de 2017, depois de apenas dois anos no cargo.
 
O novo CEO chega num momento delicado para a Brioni, que atualmente não conta com diretor artístico. Em um surpreendente movimento, na primavera de 2016, a Brioni contratou Justin O'Shea – um camionista australiano que se tornou comprador da e-comerciante MyTheresa, como como seu diretor de moda global. No entanto, depois de uma campanha publicitária que incluiu o grupo Metallica – não exatamente o alvo do homem de negócios de alto escalão da Brioni – e da eleição de uma tipografia gótica heavy metal para seu logotipo, O'Shea foi despedido abruptamente depois de seis meses de trabalho. Segundo se conta, foi na mesma semana em que o CEO da Kering, François-Henri Pinault, se surpreendeu ao descobrir um caixão na janela da boutique da Brino na rue Saint Honoré.
 
"Como CEO da Brioni, sua missão será aquela de acelerar a expansão internacional de uma das casas mais prestigiosas no mercado da moda masculina de alta gama, que que segue na longa tradição de alfaiates italianos", disse o grupo Kering, em seu lançamento, o que sugere que a grife poderia voltar a centrar-se no sofisticado classicismo do predecessor de O'Shea, o irlandês Brendan Mullane. A primeira tarefa de Malverdi será encontrar um novo designer.
 
A Brioni abriu sua primeira loja na via Barberini em Roma em 1945 e realizou o primeiro desfile masculino em Florença em 1952. No entanto, seu centro nevrálgico se encontra em Penne, uma pequena cidade da região dos Abruzos, onde seu plantel de alfaiates artesãos produzem a moda masculina. Todos, de Clark Gable e Daniel Craig (em Casino Royale), Denzel Washington e Casey Affleck (ao acolher seu Best Actor Academy Award no mês passado) vestiram Brioni.
 
Malverdi se une à Brioni depois de passar pela marca britânica de roupas interiores Agent Provocateur, que foi adquirida a 02 de março pela Sports Direct, uma companhia controlada por Mike Ashley, proprietário do Newcastle United FC. Antes dessa posição em Londres, Malverdi levou a cabo várias funções dentro do grupo Kering e LVMH. Em 2006, Malverdi foi nomeado CEO da John Galliano; dois anos mais tarde foi nomeado presidente e CEO da Givenchy em 2008, e em 2011 foi nomeado diretor da Dior Homme. As três grifes fazem parte do império LVMH.
 
Malverdi, nascido em Itália, é formado pela Universidade de Bolonha, também fala francês, inglês e alemão. Com uma carreira bem movimentada, também conta com experiências de trabalho para a Vivienne Westwood, Martin Margiela, Mariella Burani, Calvin Klein e Mila Schon, entre outras grifes.
 
O segundo maior grupo de luxo do mundo, Kering, também controla marcas tão estelares como Gucci, Bottega Veneta, Saint Laurent, Alexander McQueen, Balenciaga, Christopher Kane, Stella McCartney, Tomás Maier, Boucheron, Dodo, Girard Perregaux, Pomellato, Qeelin e Ulysse Nardin. Também uma série de empresas desportivas – Puma, Volcom e Cobra. Em 2016, ao Grupo Kering registou receitas do grupo de 12.385 milhões de euros, em um império mundial de prestígio que conta com 40.000 empregados.

Traduzido por Anderson Alexandre Da Silva

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirNomeações