Farfetch inaugura novas instalações no Avepark

Abre portas nesta quarta-feira o novo Centro de Creative Productions da Farfetch, com a cerimónia inaugural a contar com a participação do ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e da secretária de Estado da Indústria, Ana Lehmann.

José Neves - Farfetch

As novas instalações, no Avepark, parque de ciência e tecnologia de Guimarães, ficam ao lado dos escritórios originais, sendo mais amplas, com melhores condições de trabalho e capacidade para receber novos colaboradores.

A par deste reforço do hub de Guimarães, a Farfetch prepara-se para abrir também um escritório em Braga – o quarto em Portugal, depois de Porto, Lisboa e Guimarães – com espaço para acomodar 150 pessoas, cujas candidatura abriram no inicio de Março.

Criada há cerca de uma década por José Neves, a Farfetch é já um dos gigantes mundiais do comércio de moda de luxo, sendo uma das poucas start-ups europeias avaliadas acima de mil milhões de dólares – as chamadas “unicórnio” – e com presença em cerca de 200 países a partir de 12 escritórios espalhados pelo mundo.

Actividade que não pára de crescer à escala global, tendo no ínicio deste mês aberto o seu site em idioma árabe na sequência de um acordo de joint venture com o Chalhoub Group estabelecido no início do ano.

José Neves apresentou também no início de Abril, em Lisboa, uma nova aceleradora para startups na área da moda e tecnologia. Intitulada Dream Assembly, este novo mecanismo de apoio tem como primeiros parceiros a marca de artigos de luxo Burberry e o fundo de venture capital 500 Startups que estão encarregues de prestar mentoria às microempresas que se pretendam juntar ao programa de aceleração.

Depois de seis rondas de financiamento – a última das quais com destaque para a entrada de investidores asiáticos – que lhe permitiram angariar 562 milhões de euros, e desde sempre no radar dos investidores atentos aos mercados bolsistas, a Farfetch parece preparar-se para a entrada em bolsa, processo que, no entanto, José Neves se tem recusado firmemente a comentar publicamente.

No início de Março, o jornal Financial Times noticiou que os bancos JP Morgan e Goldman Sachs foram contratados pela plataforma de comércio electrónico de moda de luxo para prepararem a entrada em bolsa, cuja oferta pública inicial (IPO, na sigla inglesa) deverá feita numa praça financeira nos EUA.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Moda - AcessóriosModa - DiversosLuxo - DiversosIndústria