Fashion Week de Nova Iorque entre shows clássicos e novos formatos

A Fashion Week de Nova Iorque abre o baile da maratona de desfiles femininos para a primavera-verão 2017, que chega ao seu término em Paris no próximo dia 5 de outubro. Esta edição, que se inicia esta quarta-feira, 7 de setembro, para concluir na quinta-feira, 15 de setembro, será acompanhada de perto neste período de grandes agitações para o mundo da moda.

Nova Iorque abre a maratona da moda. - cfda.com

Uma grande efervescência infla em torno dos desfiles "see now buy now" (vê agora, compra agora) oferecendo coleções imediatamente disponíveis para a compra depois do espetáculo. Testada em fevereiro passado por algumas marcas como Rebecca Minkoff, esta nova fórmula lançada por Nova Iorque deve entrar no meio das coisas durante esta edição.
 
Nas fileiras, Tom Ford, que opera seu grande regresso à cena nova-iorquina depois de várias temporadas de ausência. O criador americano, que fora um dos primeiros no ano passado a anunciar sua passagem ao "pronto-a-comprar", inaugurará esta nova modalidade de venda na abertura da Fashion Week, esta quarta-feira, via um desfile misto homem e senhora reservado a uma seleção de felizardos eleitos, aos quais ele revelará seu guarda-roupa da temporada, ou seja, o inverno, colocado à venda logo depois.
 
Adepto ele também desta revolução, Tommy Hilfiger organizará a 9 de setembro à noite seu primeiríssimo desfile aberto ao público e difundido em direto no sítio Tommy.com, ao longo do qual será mostrada, entre outras, a coleção-cápsula "TommyXGigi" cocriada com Gigi Hadid.
 
Diane von Furstenberg engrenará no sábado 10 e domingo 11. A marca revelará, em formato encontro, a primeira coleção assinada pelo novo diretor criativo Jonathan Saunders, que estará ela também pronta para ser vendida. Rebecca Minkoff reincidirá, por sua vez, com a fórmula "see now buy now" sábado ao meio-dia.

TTom Ford regressa às passarelles nova-iorquinos esta temporada. - PixelFormula

Google vai acompanhar este movimento, que quer aproximar cada vez mais os consumidores dos criadores, via novas modalidades de busca que permitem aos Internautas encontrar mais facilmente informações sobre todos os eventos da Semana de Moda Nova-Iorquina, onde serão exibidas as imagens e conteúdos fornecidos pelos designers e outros operadores da moda em direto nos espetáculos.
 
Na totalidade, o calendário nova-iorquino exibe esta temporada um programa mais compacto, como destaca o Conselho dos Criadores de Moda Americanos (CFDA) em um comunicado. Desde que este último assumiu o calendário da Fashion Week em 2014, o processo de seleção foi, de fato, endurecido.
 
"Em setembro de 2014, o programa contava com 394 espetáculos e apresentações. No ano passado, 192 designers obtiveram sua entrada, ao passo que, no calendário este ano, figuram 151 espetáculos e apresentações", aponta o Conselho.
 
Vale destacar, em particular, o regresso às passarelles da maison Thakoon, fundada em Nova Iorque em 204 pelo estilista tailandês-americano Thakoon Panichgul.
 
Outros novos nomes integrando as passarelles da Big Apple nesta edição, Akris, que deixa Paris, onde desfila desde 2004, por uma temporada. A etiqueta suíça, dirigida por Albert Kriemler, vai receber a 7 de setembro em Nova Iorque o prémio Artistry of Fashion concedido pelo Couture Council do Museu do Fashion Institute of Technology (FIT). Ela desfilará, em seguida, no dia 09.

Akris troca Paris por Nova Iorque esta temporada. - © PixelFormula

Grandes estreias também para Sies Marjan, a nova marca nova-iorquina lançada no inverno passado por Sander Lak, ex-diretor de criação da Dries Van Noten. A jovem etiqueta, da qual se fala cada vez mais nos bastidores da moda e que beneficia da ajuda da 'fashion stylist' Lotta Volkova, vai desfilar no domingo, 11 de setembro.
 
O resto da semana será dominado por tenores e marcas menos conhecidas. No programa, entre outras, Jason Wu, Lacoste, Alexander Wang, Victoria Beckham, DKNY dirigida por Maxwell Osborne e Dao-Yi Chow, Opening Ceremony, The Row, Jeremy Scott, 3.1 Phillip Lim, Oscar de la Renta, cuja coleção será desenhada por uma equipa interna depois da saída de Peter Copping, aguardando a chegada dos novos diretores criativos Fernando Garcia e Laura Kim em fevereiro.
 
Não faltarão também ao chamado Thom Browne, Tory Burch, Coach, Michael Kors, Ralph Lauren com dois espetáculos na noite da quarta-feira, 14 de setembro. Marc Jacobs encerrará a semana, na quinta-feira 15, junto com a Calvin Klein, cuja coleção será mostrada em um formato encontro, aguardando a coleção preparada por Raf Simons no próximo inverno.

Traduzido por Anderson Alexandre Da Silva

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDesfiles