Fio de Angola: 300 toneladas já estão a caminho

Anunciada como a estreia das exportações para Portugal, a fábrica têxtil angolana Alassola, de Benguela, acaba de despachar para Portugal 15 contentores de fio. A carga saiu do porto de Lobito na passada sexta-feira, dia 6 de Outubro, à qual se seguirá uma segunda nas próximas semanas para completar a encomenda de 300 toneladas.


É a primeira exportação do género em Angola, informou a agência Lusa, citando o administrador da Alassola, Tambwe Mukaz, que deu também conta de que o início das exportações para fornecer “grandes marcas” que operam em Portugal foi antecedido por um período de avaliação da qualidade do produto.

“A qualidade foi testada e está aceite na União Europeia. Já temos outra encomenda de fios semelhante, um produto intermédio, para enviar dentro de quatro semanas. Daqui a três meses está já previsto o envio de tecido, porque vamos subindo no produto e já temos esse acordo com o parceiro em Portugal”, adiantou Tambwe Mukaz, que, no entanto não especificou o destino final das encomendas.

A fábrica Alassola resultou da recuperação da antiga África Têxtil, que deixou de laboral em 1998. A actividade foi retomada em Novembro passado, depois de um investimento de 380 milhões de euros, empregando actualmente cerca de 170 trabalhadores.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

TêxtilIndústria