Invista lança a sua primeira Lycra® biológica

A especialista em fibras e polímeros anuncia o lançamento da primeira fibra Lycra® à base de materiais biológicos. Esta “oferta comercial única de spandex bioderivado” traz em sua composição 70% de produtos renováveis, desenvolvida à base de glucose derivada do milho.

A Invista destaca desde já que a natureza do novo material não necessitará de nenhuma modificação no processo de fabricação ou de cuidados com peças de vestuário. Para o grupo, o objetivo é propor um novo material que permita reduzir as emissões de CO², importante nos produtos de elastano fabricados pelos meios clássicos.

Trata-se também de uma maneira de responder à espera crescente, por parte das marcas e dos consumidores, por soluções e produtos menos poluentes.

“Estamos plenamente conscientes da grande importância das questões de desenvolvimento sustentável na cadeia de valor do vestuário e dos têxteis, com a sensibilização crescente e com o desenvolvimento das informações a esse respeito no que concerne aos consumidores, às marcas/varejistas, assim como aos fabricantes de tecidos”, destaca Arnaud Tandonnet, director internacional de desenvolvimento sustentável da Invista Apparel.

“Em nossas instalações de pesquisa, conseguimos fabricar a fibra e desenvolvê-la nas aplicações têxteis. A produção de quantidades comerciais está prevista para as colecções outono-inverno 2015 e primavera-verão 2016. Estamos muito felizes com a ideia de poder colaborar com os nossos clientes em toda a cadeia de valor no desenvolvimento dessa novidade”.

Na atualidade à frente das marcas Lycra® e Cordura, dentre outras, o grupo Invista está presente em cerca de vinte países. Especializada em fibras e polímeros, a empresa emprega 10.000 pessoa em suas diferentes atividades.

Em janeiro de 2013, a empresa uniu-se à Sustainable Apparel Coalition, ONG que reúne representantes de toda a cadeia do vestuário entorno da redução dos impactos sociais e ambientais dessa indústria.

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

TêxtilIndústria