MFA está de volta aos pés dos futebolistas do FC Porto

Após uma época de intervalo, os futebolistas do FC Porto vão voltar a calçar meias produzidas pelo grupo Manuel Fernandes Azevedo (MFA), um dos maiores fabricantes de meias da Europa Ocidental .

Foto: Jornal do Luxemburgo

O grupo MFA produz, em média, 25 milhões de peúgas/ano, nas suas três fábricas – a de Palmeiras, a da antiga Fitor e uma outra, em Oliveira de Frades, que pertencia um cliente suíço (Jacob Rohner) e no seu essencial se dedica a fazer acabamentos de meias para o segmento alto do mercado.

As meias de desporto, em particular de futebol, são um ponto forte da MFA, que fornece grandes marcas mundiais, como a New Balance e a Hummel, e por via disso está nos pés de jogadores de mais de um dúzia de clubes e seleções (Liverpool, Celtic, Standard de Liège, Dínamo de Kiev, Brondby, Tenerife, Atlético de Bilbau, Alavés, Panamá, Costa Rica etc).  

Na última ISPO, a MFA apresentou em estreia mundial as primeiras coleções das suas linhas de meias e underwear das marcas Eurosport e Discovery Adventure.

Ter ganho as licenças para a Europa (Turquia e Rússia incluídas), África e Médio Oriente destas marcas da Discovery Chanel corresponde à resolução da MFA de diversificar, depois de dois exercícios em que sofreu ligeiros recuos no volume de vendas.

Após ter atingido em 2015 um pico de 17 milhões de euros na sua faturação, a empresa fechou 2017 com um volume de negócios próximo dos 16 milhões, dos quais 95% correspondem a exportação.

“Criar uma nova área de negócios foi uma decisão estratégica. É nas licenças que vamos crescer. A parte industrial não é para crescer mas sim para otimizar”, afirma Manuel Azevedo, responsável técnico e pelas vendas da directsportswear.com,  a empresa do grupo MFA que tem as licenças e coloca a produção de meias na sua casa mãe e as de underwear na Oldtrading.

No acordo firmado, no outono do ano passado, entre o Discovery Chanel e o grupo MFA, o próprio modelo de negócio foi proposto pela parte portuguesa e contempla a disponibilização às lojas de um POS (point of sales) especifico para cada segmento de produto.

“Assim as lojas não têm de se preocupar com a escolha de cores, tamanhos, etc. Se as quiserem, nós fornecemos um display com o cabaz adequado”, explica Manuel Azevedo, acrescentando que as expectativas apontam para a venda de 2 800 POS neste primeiro ano de atividade.

Para a marca Eurosport, a MFA concebeu e desenhou produtos especificamente destinados à competição nas quatro modalidades desportivas em que o canal televisivo global é mais forte: ténis (transmite os torneios do Grand Slam), ciclismo (dá o Tour, Vuelta e Giro),  desportos de Inverno e running.

A emoção é a nota mais dominante nas meias e underwear da marca Discovery Adventures, que tem a sua oferta estruturada em quatro grandes categorias: extreme expedition (produto de inverno, adequado a montanhismo incluindo expedições aos polos ou alpinismo nos Himalaias); altitude (também vocacionado para o inverno e a neve, mas mais fashion); tropical (pensado para ser usado em altas temperaturas e dotado com funcionalidades antibacterianas e repelente de mosquitos); e urban (destinado a ser usado no dia a dia).

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirIndústria