Marca de Liya Kebede preserva os tecelões de Etiópia e ganha o mundo

Liya Kebede, além de ser uma super manequim e atriz, é a criadora da marca artesanal de vestuários LemLem. Depois de descobrir que os tecelões tradicionais do seu país, Etiópia, perdiam seus empregos devido ao declínio na demanda local, ela resolveu arregaçar as mangas e empreender algo novo para ajudar.

A manequim e atriz Liya Kebede com seus artesãos em Etiópia. - Fotos: Reprodução
 
Reconhecendo a beleza, a qualidade e o significado histórico do trabalho dos artesãos do seu país, ela fundou a LemLem em 2007 como uma forma de inspirar a independência económica desses artistas e preservar a arte da tecelagem.
 
Agora, a coleção da LemLem, que significa 'flor ou florescer' em amárico, ganha cada vez mais espaço no mundo e é projetada em especial em Nova Iorque, sendo produzida por tecelões etíopes em seus teares manuais, com a utilização de algodão orgânico produzido no próprio país. 
 
Depois de prontas, suas peças são bordadas à mão com motivos étnicos. A marca oferece ainda uma variedade artesanal de xales, peças para senhoras e infantis, decoração e acessórios comercializados em butiques de todo o mundo e em grandes redes, como Barneys, Saks Fifth Avenue e Bloomingdale.
 
A marca fornece emprego aos artesãos de uma tradição secular que estavam a enfrentar a extinção. "Visitei a área onde vivem esses tecelões que sempre existiram em Etiópia, fazendo um trabalho incrível, mas realmente eles não têm mais espaço para vender seus produtos no mercado local", disse Kebede em seu sítio web.
 
Assim, a marca foi criada com a intenção de oferecer oportunidade para que esses artesãos ganhassem seu próprio dinheiro. Além das redes já ditas, as belas peças da marca podem ser encontradas também em seu comércio eletrónico.

Copyright © 2018 Stylo Urbano. Todos os direitos reservados.

CosméticaCriação