Marques’Almeida na shortlist de um fundo de design de moda

A dupla portuguesa Marques’Almeida, constituída por Marta Marques e Paulo Almeida, é candidata a vencer o fundo de design no valor de 200 mil libras (230 mil euros) do British Fashion Council BFC/Vogue Designer Fashion Fund 2018. Os vencedores só são conhecidos a 8 de Maio.


O fundo tem como objetivo descobrir novos talentos, acelerar o desenvolvimento e afirmação de profissionais em início de carreira e o crescimento dos seus projectos comerciais durante um ano. As áreas de contabilidade, merchandising, estratégia de negócios, crescimento internacional, retalho e comércio electrónico também terão grande enfoque no prémio de 2018.

A dupla, que desde 2010 participa na Semana da Moda de Londres (onde estão radicados desde 2009), já não passa despercebida neste tipo de concursos: em 2014 foram premiados na categoria de Talento Emergente – Moda Feminina dos British Fashion Awards do BFC e, em 2015, receberam o prémio da LVMH para Jovens Estilistas de Moda, no valor de 300 mil euros.

“Temos uma lista incrível de coisas que queremos fazer com a marca, em termos criativos e de negócio, mas também estamos a contribuir para moldar a moda de forma a ser mais inclusiva realística e responsável”, contam Marta Marques e Paulo Almeida à Vogue, conhecidos por trabalhar a ganga irreverente, em coleções “despreocupadas”.

Ao lado de Marques’Almeida na lista de finalistas estão David Koma, Huishan Zhang, Le Kilt, Molly Goddard e Rejina Pyo. O ano passado, o prémio foi atribuído em ex-aequo, a Mother of Pearl e palmer // harding. Em edições anteriores, distinguiu Christopher Kane, Erdem, Mary Katrantzou, Nicholas Kirkwood, Peter Pilotto e Sophia Webster.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDecoraçãoCriação