Michael Kors fica mais perto de acertar a compra da Jimmy Choo

Após um mês sem mais novidades, a compra da marca britânica, Jimmy Choo, pelo grupo americano, Michael Kors, pode estar finalmente perto de se concretizar. Ao que tudo indica, a Michael Kors não aumentará sua oferta de 900 milhões de libras, já que nenhum outro licitante entrou para disputar.


Jimmy Choo

Na segunda-feira (21 de agosto), ambas as empresas publicaram detalhes de como a Michael Kors assumirá a Jimmy Choo. A aquisição de caixa ocorrerá sob Scheme of Arrangement, um acordo aprovado pelo tribunal entre uma empresa e seus acionistas.

Os diretores da Jimmy Choo disseram na segunda-feira que "consideram a aquisição como sendo de interesse dos acionistas da empresa como um todo” e recomendam por unanimidade que eles votem a favor do acordo.

Para que o acordo aconteça, os acionistas terão de aprová-lo na reunião do Tribunal no dia 18 de setembro e através de uma Resolução Especial na Assembléia Geral da Jimmy Choo no mesmo dia.

Com isso, o acordo deve ser efetivado durante o quarto trimestre, sem data definida até o momento.

Com o acerto da compra, a Michael Kors iniciará 2018 com uma grande e importante aquisição. A empresa, que é inegavelmente forte em bolsas e relógios, não tem o mesmo peso em calçados, algo que Jimmy Choo irá mudar.

A marca de sapatos também irá agregar mais luxo ao grupo Michael Kors, algo que veio sendo perdido nos últimos anos, segundo analistas, à medida que as vendas de bolsas explodiram e a marca tornou-se presença certa nas lojas de departamentos com desconto.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - CalçadosNegócios