Miguel Vieira pensa no online

Numa altura em que comemora os 30 anos de carreira, o designer Miguel Vieira já tem claro que quer orientar o negócio para o público que compra pela internet. O objectivo é aumentar as vendas, mas sem que isso afecte as lojas multimarca em que assenta boa parte da distribuição das suas colecções. Os desfiles são, obviamente, para manter.


Foi em Nova Iorque, onde apresentou a nova colecção primavera/verão 2018, inspirada na celebração das três décadas de actividade, que Miguel Vieira anunciou a decisão de entrar na venda pela internet. “Atualmente quem vende online são as lojas multimarca que comercializam os produtos Miguel Vieira, que têm os seus próprios sítios online”, explicou à Lusa, adiantando que o futuro imediato terá que passar pela venda online.

“É um projeto que nós queremos fazer com pés e cabeça, independentemente de ter de ser uma coisa muito rápida. Vai ter que ser bem pensado para não ferir suscetibilidade dos nossos clientes multimarca”, concluiu o designer que ao reconhecimento do mundo da moda junta, desde janeiro de 2006, a condecoração com o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDistribuição