Minty Square adquire Kide Fashion e entra no segmento infantil

A plataforma online de moda Minty Square anunciou na quinta-feira (8) a aquisição das operações globais da plataforma digital Kide Fashion, focada no segmento de criança e bebé, com o intuito de entrar no segmento da moda infantil.
 
João Figueiredo e Ana Cravo, fundadores da Minty Square - Divulgação

Criada em 2015, a Minty Square está vocacionada para a moda masculina e feminina, reunindo uma seleção de peças de mais de 100 designers emergentes e consagrados. A operação de compra da Kide Fashion, um marketplace online que promove marcas no segmento de criança e bebé, contando com mais de 75 marcas e designers de todo o mundo, acontece no sentido de responder “à procura do mercado”, avança a plataforma em comunicado.
 
“Esta operação permite alargar a oferta da Minty Square e entrar num segmento bastante atrativo”, explica João Figueiredo, CEO da Minty Square, no mesmo documento, acrescentando que já existia vontade prévia de entrar no segmento infantil. “As duas plataformas partilham a mesma visão de levar a moda de autor assente em valores éticos a todo o mundo e atuam em segmentos diferentes, por isso decidimos unir as duas e adquirir as operações e respetivos bens digitais da Kide Fashion.”
 
Nuno Pinto, ex-CEO da Kide Fashion, diz por seu lado que, se há dois anos a Kide Fashion começou com “uma nova abordagem ao mercado de moda de criança e bebé, com a ambição de mudar a indústria”, “esta transação é precisamente o passo seguinte para a execução e desenvolvimento da missão da Kide de ser um destino mundial” neste segmento. “A aquisição da Minty Square foi um processo natural e rápido do início ao fim", garante o responsável.
 
No comunicado, a Minty Square revela que “para já” as duas plataformas irão manter-se separadas, com o site da Kide Fashion a manter-se “igual e ativo com as atuais coleções e marcas sobre a alçada e gestão exclusiva da Minty Square”.

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDistribuiçãoNegócios