Nova York, primeira etapa do “fashion month”

O que os insiders chamam de “fashion month” (mês da moda) inicia-se na próxima quinta-feira em Nova York com as coleções primavera-verão 2014. Dentre moda contemporânea, lançamentos mass market e desfiles de luxo, com certeza Nova York reserva a programação mais eclética e intensa das quatro etapas da maratona das fashion weeks.

Contrariamente às ideias preconcebidas, o luxo criativo não está totalmente ausente do programa nova-iorquino, representado por Jason Wu, Proenza Schouler, Maiyet ou ainda Altuzarra, entre outros. Contudo, se Nova York possui uma especificidade, é provável que seja a moda “contemporary”, com um estilo muito mais universal e com um posicionamento muito mais voltado às vendas nas lojas. Assim, a fashion week local continua a reunir a maior parte dos líderes neste nicho: 3.1 Phillip Lim, Rag & Bone, Helmut Lang e os últimos membros do movimento, Theyskens' Theory, Edun, Raoul e MM6. Consequência: até as marcas de moda voltadas ao grande público se juntam à festa, num movimento ainda mais massivo do que em Paris.

Esta tendência é representada nesta estação pela chegada das marcas europeias Desigual e AllSaints, a primeira celebrando a abertura de uma flagship na 5ª Avenida (com um desfile agendado para o dia 5 no Lincoln Center), a segunda preparando um evento digital e musical em dois dias (8 e 9 de setembro). A síndrome também alcança as lojas Opening Ceremony, que chegam às passarelas pela primeira vez, no dia 8 à noite, com sua própria coleção. Ainda no seguimento varejo, vários lançamentos de colaborações serão celebrados: 3.1 Philip Lim para a Target, Richard Chai para o eBay e, por fim, Jason Wu para a Lancôme.
DKNY primavera-verão 2013. Fotos PixelFormula

O pontapé inicial midiático desta semana de desfiles será a décima cerimônia de premiação Style Awards, coproduzida pela IMG e por uma empresa privada, que será transmitida pela primeira vez pela CNN (!) no dia 5 de setembro. O outro evento de mídia que gastará com as canetas dos críticos: a pré-estreia e lançamento local, dia 11 de setembro, de Mademoiselle C., documentário que conta a vida de Carine Roitfeld depois da Vogue Paris, ao qual o FashionMag.com retornará em breve.

Se o número de desfiles parece ainda estar aumentando, nota-se uma diminuição progressiva de apresentações menswear dentre os inscritos no programa nova-iorquino. Dessa maneira, Rag & Bone, Thom Browne e Band of Outsiders foram reunidos em sua estratégia por Tommy Hilfiger e Michael Kors, que apresenta apenas moda feminina em setembro, uma vez que a masculina já foi revelada em julho. No entanto, algumas marcas masculinas resistem e continuam a apresentar suas coleções neste programa, como é o caso da Michael Bastian, Tim Coppens ou a Coreana General Idea. Pelo contrário, o criativo de moda feminina Jeremy Laing introduzirá nesta estação pela primeira vez modelos masculinos, semelhante aos desfiles mistos da Edun, Lacoste ou ainda da Y-3. Destaque mais recente de um programa que verá uma centena de designers e de marcas desfilar, às vezes, simultaneamente: a Vuitton local, Marc Jacobs, desfilará na quinta-feira 12 de setembro à noite.

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDesfiles