PVH: proprietária da Calvin Klein supera estimativas de vendas e lucro

A gigante da moda PVH Corp superou na quarta-feira as estimativas de vendas e lucros e elevou a sua previsão de lucro para este ano, impulsionada pelo crescimento de dois dígitos das marcas Calvin Klein e Tommy Hilfiger na Ásia e Europa.


As vendas da Calvin Klein subiram 18% no primeiro trimestre - Instagram: @calvinklein

A PVH declarou que as vendas da Calvin Klein aumentaram 18% no último trimestre, impulsionadas por um "desempenho excecional" na Europa e na Ásia. As vendas internacionais da marca superaram em 25% as do primeiro trimestre do ano passado, incluindo um aumento de 9% nas vendas em lojas comparáveis. A América do Norte registou um aumento de 10% nas vendas.

A Tommy Hilfiger registou um aumento de 21% nas vendas, impulsionado pela receita internacional, que também aumentou 25%, incluindo um aumento de 9% nas vendas em lojas comparáveis. A receita da Tommy Hilfiger na América do Norte aumentou 13%.

As vendas líquidas aumentaram 16,4% para 2,31 mil milhões de dólares, superando as previsões dos analistas de 2,28 mil milhões de dólares.

O lucro líquido atribuível à empresa subiu para 179,4 milhões de dólares, ou 2,29 dólares por ação, no primeiro trimestre encerrado a 6 de maio, face aos 70,4 milhões de dólares, ou 89 cêntimos por ação, um ano antes.

Excluindo itens, a PVH ganhou 2,36 dólares por ação, 11 cêntimos a mais do que a estimativa média dos analistas, segundo uma sondagem da Thomson Reuters.

“Estamos a aplicar a nossa atitude orientada para o consumidor, aumentando a nossa presença onde os nossos clientes preferem comprar, criando experiências de marca empolgantes nos nossos canais de distribuição e capitalizando novas formas criativas de nos conectarmos com a próxima geração de consumidores”, disse Emanuel Chirico, presidente e CEO do grupo.

"Também estamos a impulsionar a nossa visão de longo prazo, fazendo investimentos para garantir que nos adaptamos à evolução do cenário de consumo, sem comprometer o nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável em todo o negócio".

A empresa espera lucros entre 9,05 e 9,15 dólares por ação, em comparação com a sua previsão anterior de entre 9,00 e 9,10 por ação.

"Estamos satisfeitos por aumentarmos a nossa previsão de lucro para este ano, apesar da contínua volatilidade nos ambientes macroeconómico e geopolítico, que resultam num benefício em moeda estrangeira significativamente menor do que o planeado anteriormente para este ano", explicou Chirico.

"Quando penso na força das nossas equipas, das nossas marcas e das nossas plataformas, acredito que a PVH está numa forte posição para oferecer uma trajetória sustentável de crescimento a longo prazo e criação de valor para os acionistas. As nossas prioridades estratégicas continuarão a ser as nossas bases para o crescimento e acredito que aproveitaremos as oportunidades que a PVH tem pela frente.”

As ações da empresa registaram uma queda marginal para 154,72 dólares.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirLingerieNegócios