Puig regista aumento de 47% no lucro em 2017

No ano fiscal de 2017, a empresa espanhola de perfumaria e moda Puig registou vendas de 1,93 mil milhõs de euros, um aumento de 8,1% em relação ao ano anterior. Nos últimos três anos, o grupo - que detém as marcas Carolina Herrera, Nina Ricci, Paco Rabanne, Jean Paul Gaultier, Penhaligon e L'Artisan Parfumeur, bem como as licenças dos perfumes Prada, Valentino e Comme des Garçons -  registou um crescimento médio anual de 28%, "bem acima da média da indústria", segundo a empresa, cujo lucro antes de impostos atingiu os 310 milhões de euros, um aumento de 44%. O seu lucro líquido, por sua vez, foi de 228 milhões de euros, um aumento de 47%.


Em março de 2018, Christian Louboutin assinou um acordo de licenciamento mundial com a Puig para a criação, desenvolvimento e distribuição das suas linhas de beleza - DR

Ao longo do ano, 15% da receita da Puig foi gerada pelo seu mercado interno,  Espanha, que registou um aumento de 7%. 44% das vendas foram realizadas em países emergentes, fora da União Europeia e da América do Norte, que juntos totalizaram um faturamento de 793 milhões de euros, um crescimento de 8%.

A Puig também observou a ascensão do segmento de fragrâncias de nicho; as suas marcas Penhaligon's, L'Artisan Parfumeur e Eric Buterbaugh (EB Florals), das quais a Puig detém agora a maioria das ações, experimentaram um crescimento de dois dígitos, impulsionadas, especialmente, pela rede de lojas próprias.

Para os próximos anos, a Puig espera um crescimento particularmente significativo do perfume seletivo no retalho de viagem e no mercado asiático, com uma taxa quase duas vezes superior à média global.

Foi nessa dinâmica que a empresa reforçou a sua posição no Sudeste Asiático, assinando um acordo com a Luxasia, companhia especializada em retalho e na distribuição omni-channel de produtos de beleza de luxo na Ásia e Oceania com a Trimex Pty Ltd., uma subsidiária do Grupo Clarins, que opera na Austrália e na Nova Zelândia.

A Puig prevê um crescimento de mais de 5% em 2018, que será neutralizado pelo impacto negativo das taxas de câmbio. Para 2025, a sua ambição é atingir 3 mil milhões de euros de faturação.

Para acelerar o seu crescimento, a Puig está a lançar a plataforma Puig Futures, que visa criar novos modelos de negócios, formar parcerias, mas sobretudo investir em empresas inovadoras.
 
A Puig emprega 4.472 pessoas, vende os seus produtos em mais de 150 países, e possui filiais em 26 deles.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirLuxo - AcessóriosPerfumesCosméticaNegócios