Rains acusa Zara de copiar suas parkas

A marca dinamarquesa está na ofensiva: acusou a gigante espanhola de violar os direitos autorais de suas parkas masculinas. Para este fim, a Rains investiu uma soma considerável do dinheiro.

Rains submeteu uma queixa à câmara de comércio dinamarquesa, a confederação de empresas dinamarquesas, quanto a violação do copyright, visando a marca de moda no grupo Inditex, Zara. A marca, que abriu sua loja conceito em Aarhus em 2016, solicitou a cessão de vendas do modelo em questão, bem como a compensação por lucros cessantes.

A esquerda, a parka Zara e a direita, a parka Rains - Rains

"Estamos determinados a defender a marca e seus produtos", afirmou a marca dinamarquesa, criada em 2012. O produto em causa, uma parka verde-garrafa que é icônica da marca, regressa a cada temporada. Rains chamou a atenção para a semelhança entre o casaco e sua cópia, modelando-os em gêmeos.

Com uma rede de mais de 4600 varejistas em 20 países, a marca escandinava exige uma soma considerável de dinheiro para fazer valer o seu caso, mas pode contar com um resultado positivo. Aponta para o seu recente relatório anual, mostrando lucro de 20 milhões de coroas (2 milhões de euros). "Qualquer ameaça potencial para o negócio, seja da Inditex ou de outro lugar, deve ser tratada", continuou a marca.

O casaco em questão no e-commerce da Zara - Zara/e-shop

Fundador e proprietário da marca, Daniel Brix Hesselager confirmou sua determinação em perseguir a Zara no jornal Borsen: "Se não reagirmos, é como se aceitássemos. Portanto, não importa que seja um grande grupo. Nós mobilizamos os recursos necessários para combatê-lo e vamos prosseguir até o fim. "

O gerente entrou inicialmente em contato com a Inditex em 2016, quando a Zara lançou as vendas do modelo. Os casacos foram novamente vendidos em 2017, levando a marca dinamarquesa a agir.

Não é a primeira vez que a Zara foi acusada de violação de direitos autorais. Em 2016, um ilustrador americano acusou a marca de roubar suas obras de arte, e em 2013, Christian Louboutin perdeu um processo judicial com a marca espanhola.

Traduzido por Isabel Pimentel

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirIndústriaColeção