Receita da Sonae Sierra cai 4,2 % e atinge 15,9 milhões de euros no primeiro trimestre

A Sonae Sierra terminou o primeiro trimestre em baixa. A empresa portuguesa especializada em shopping centers registrou, entre janeiro e março, um lucro de 15,9 milhões de euros, o que representou uma queda de 4,2% em relação ao resultado do mesmo período no ano passado.


Shopping ParkLake, em Bucareste - Sonae Sierra - Sonae Sierra

Segundo estimativas da própria empresa, a queda ocorreu devido às vendas parciais dos shopping centers Loop5 (Alemanha), Luz del Tajo (Espanha), Algarve Shopping e Estação Viana Shopping (Portugal), bem como a redução de sua participação no fundo Sierra Portugal, parcialmente compensada pela abertura do complexo Park Lake, na Romênia, em setembro de 2016.

Nesse período, a empresa continuou com a estratégia de reciclar o seu capital. Através do Iberia Coop, fundo no qual a Sonae Sierra mantém uma participação de 10%, a empresa adquiriu dois ativos em Portugal, o Albufeira Retail Park e o hipermercado Continente do Algarve Shopping.

Além disso, através da empresa de investimento imobiliário Oren, na qual a Sonae Sierra detém uma participação junto com o banco espanhol Bankinter, a empresa iniciou outros processos de aquisição.

As vendas totais do portfólio de locatários registraram aumento de 4% nos primeiros três meses de 2017 em comparação ao ano anterior, com alta de 4,6% no Brasil (excluindo a variação cambial). Na Europa, as vendas aumentaram 3,8%, com Portugal crescendo 3,9% e a Espanha 0,4%.

Enquanto isso, a taxa de ocupação dos shoppings da Sonae Sierra atingiu 96,3% em comparação aos 95% registrados no mesmo período, no ano passado. Na Europa, a taxa atingiu 97%.

A receita aumentou 7,8% na Europa, devido à abertura de um novo shopping romeno, e numa base comparável, acima da taxa de inflação. Enquanto no Brasil houve aumento de 4,7%, número ligeiramente inferior à taxa do período anterior.

O lucro líquido do primeiro trimestre foi de 15,1 milhões de euros, 2% maior em relação ao ano passado. O resultado antes dos impostos foi de 25,1 milhões de euros, inferior aos 25,4 milhões de euros do ano anterior.

Quanto às aquisições da Ores,  as primeiras operações da sociedade da Sonae Sierra e do banco espanhol Bankinter foram a compra de duas lojas Forum Sport em Bilbao e Pamplona.

O plano da Ores prevê investimentos de 400 milhões de euros em aquisições comerciais nas principais cidades da Espanha e Portugal, com foco em hipermercados, supermercados, shoppings e grandes espaços comerciais.

Além disso, a empresa portuguesa continua desenvolvendo dois novos shopping centers na Colômbia e Marrocos, bem como um outlet de grifes em Málaga e várias expansões de seus complexos em solo ibérico.

Traduzido por

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ModaNegócios