Receitas da Farfetch aumentam, mas lucros são minimizados devido aos investimentos

A Farfetch registado um rápido crescimento nas vendas, mas as suas perdas aumentaram, já que a empresa continua a investir no crescimento e a sacrificar o lucro antes do esperado IPO nos Estados Unidos.


Farfetch

O empresa de retalho online disse que o valor dos produtos vendidos no seu site chegou perto de duplicar, atingindo quase 548 milhões de libras no ano passado, com receita global para o negócio, que atua como um espaço para retalhistas de moda de luxo, também em crescimento. Mas, apesar disso, a perda líquida da empresa aumentou.

Os resultados do ano até dia 31 de dezembro mostram que, com a empresa a vender agora mais de 500 milhões de libras de mercadorias através da sua plataforma, esta está inegavelmente em ascensão. E, com o acordo com a Condé Nast para assumir as funções da operação style.com, há muito mais potencial de crescimento. Os resultados indicam que a empresa fez um investimento de 12,5 milhões de dólares para assumir essas operações.

Mergulhando mais profundamente nos detalhes da sua prestação, a Farfetch indicou que o valor bruto da mercadoria - que engloba o valor de todos os produtos vendidos pelos seus parceiros retalhistas através do site - cresceu 81% para 547,9 milhões de libras no ano passado. A receita da empresa aumentou quase 74% para 151,3 milhões de libras. A empresa teve uma perda líquida de 34 milhões de libras e esse valor cresceu 18% em relação ao ano anterior, bem como uma perda operacional subjacente que subiu para 24,9 milhões de libras. Mas, considerando o ebitda, a perda caiu de 22,89 milhões para 21,77 milhões de libras.

A empresa com sede em Londres tem um acordo com mais de 700 lojas e uma presença global que a torna um player sério no crescente setor de luxo online. Essas 700 lojas também ajudam a oferecer um mix interessante de marcas estabelecidas e novas, e a atender a diferentes gostos em todo o mundo.

Com o seu próprio índice de receita de mais de 151 milhões de libras, apenas 12 milhões vieram do Reino Unido, sendo que 40 milhões vieram de outros países da Europa e 98 milhões do resto do mundo.

A empresa estabelecida há nove anos também disse que agora recebe 21 milhões de visitas por mês no seu site e continua com "forte procura", sem dar mais detalhes.

Apesar das perdas, a empresa foi avaliada em 1,5 mil milhões de dólares no ano passado, após uma rodada de angariação de fundos. Uma nova arrecadação de fundos de quase 400 milhões de dólares da JD.com aconteceu este ano e, embora não tenha sido oficialmente reavaliada, há rumores de que irá lançar um IPO nos Estados Unidos iminentemente, o que pode fazer com seja avaliada em 5 mil milhões de dólares.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

LuxoDistribuiçãoNegócios