Resultados da joalheria dinamarquesa Pandora ficam abaixo das expectativas

A marca dinamarquesa de jóias, Pandora, divulgou resultados do segundo trimestre abaixo das expectativas, mas manteve sua orientação para o ano todo, após limitar o declínio das vendas ao mercado americano.


Campanha 'Do Be True To You' da Pandora - Pandora

As ações da Pandora, mais conhecida como a varejista de pulseiras com charms, caiu 9% no mercado aberto. O estoque perdeu mais de um terço do seu valor nos primeiros seis meses do ano, mas aumentou mais de 20% nas últimas seis semanas.

A Pandora disse que espera uma receita aproximada de 23 bilhões de coroas dinamarquesas (3,7 bilhões de dólares) e 24 bilhões em 2017 como um todo, bem como uma margem de cerca de 38% em base subjacente ou EBITDA, inalterada em relação à sua última orientação.

A empresa quer recuperar o crescimento nos Estados Unidos, seu maior mercado, que teve vendas decepcionantes nos últimos trimestres, devido à queda em atividades de shopping center.

A Pandora informou que as vendas dos EUA, que foram ajudadas por um item único de cerca de 200 milhões de coroas, devido a uma reversão das provisões de retorno das vendas anteriores, caíram 2% no trimestre em moeda local, em comparação com um declínio de 10% nos primeiros três meses do ano.

“O varejo continua sendo um desafio nos Estados Unidos. No entanto, nossa estratégia apresentou uma sólida melhoria no desempenho da rede de lojas-conceito”, declarou o CEO Anders Colding Friis em um comunicado.

"Além disso, estamos lançando uma série de iniciativas para fortalecer ainda mais os nossos negócios nos EUA", disse o CEO, acrescentando que a empresa identificou cerca de 100 novos locais para as lojas.

A empresa afirmou que as vendas like-for-like cresceram 8% nos Estados Unidos, impulsionadas por promoções mais efetivas. “8% em vendas like-for-like nos Estados Unidos, é um bom sinal em um mercado duro dos como os EUA", disse Michael Friis Jorgensen, analista da empresa dinamarquesa Dinamarca Alm. Brand Markets. "Eu vejo isso como um upgrade, quando é mantida a orientação, apesar dos ventos contrários à moeda".

A empresa registrou vendas de 4,83 bilhões de coroas no segundo trimestre, resultado abaixo da estimativa dos analistas consultados pela Reuters, que era de 4,90 bilhões.

O EBITDA atingiu 1,61 bilhão de coroas, em comparação com os 1,74 bilhões esperados. O lucro líquido foi de 1,10 bilhões de coroas, contra 1,25 bilhões esperados.

Apesar dos sinais de diminuição dos gastos dos consumidores da Grã-Bretanha, outro importante mercado para a Pandora, as vendas aumentaram 12% em moeda local, graças às vendas online.

A empresa obteve sucesso com suas pulseiras com charms, mas nos últimos anos expandiu a sua oferta de produtos para anéis, brincos e colares.

($1 = 6.2973 coroas dinamarquesas)

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2017 Todos os direitos reservados.

JoalhariaNegócios