Riopele vence prémio de inovação Cotec

No dia em que Isabel Furtado, administradora da TMG Automotive, deverá ser confirmada como presidente da Cotec, a Riopele foi galardoada no 15.º Encontro Nacional de Inovação, em Évora, com o Prémio Produto Inovação 2018, atribuído ao Tenowa, um projeto que se alinha pelos valores da sustentabilidade.

José Alexandre Oliveira e Francisco Lacerda

A Tenowa é uma marca que reutiliza os restos de fios e tecidos da empresa para criar novos tecidos que têm associados acabamentos funcionais com base em desperdícios da indústria agroalimentar. Resultado do projeto R4 Textiles, a marca Tenowa «foi criada para pôr em prática o novo paradigma da economia circular», revelou, em primeira mão ao Jornal Têxtil, o presidente do grupo, José Alexandre Oliveira, numa entrevista publicada na edição de setembro.

O galardão agora recebido confirma a aposta na inovação da empresa, que aos 91 anos (que celebra este ano) continua a dar cartas na moda, graças a uma estratégia que conjuga criatividade e novas tecnologias – nos últimos anos o investimento superou os 15 milhões de euros.

Aliás, o próprio projeto Tenowa continua em desenvolvimento, como indicou José Alexandre Oliveira durante o Roteiro pela Inovação de Vila Nova de Famalicão. E já este ano, no Open Day da empresa, o presidente do grupo adiantou que, até 2019, terá investido perto de 30 milhões de euros.

Além da Riopele, a TMG Automotive estava igualmente entre os sete finalistas do Prémio Produto Inovação 2018 atribuído pela Cotec. A empresa, que já venceu o mesmo galardão em 2016, estava nomeada pela sua “Artificial Leather Cork”, um compósito de PVC ou PUR substituto da pele natural que foi desenvolvido com recurso a desperdícios dos resíduos das corticeiras para aplicação na indústria dos interiores de automóveis. Este produto enquadra-se igualmente na busca pela sustentabilidade da TMG Automotive, veiculada por Isabel Furtado, administradora da empresa, na última edição do iTechStyle Forum. «Temos que usar menos recursos, com menos desperdícios. Temos que que ter carros menos poluentes. Como é que vamos lidar com a falta de água e de comida? Temos que pensar em novas tendências e soluções», afirmou na altura, adiantando que na TMG Automotive «estamos à procura de materiais funcionais mas sempre mais eco-friendly».

Isabel Furtado é, de resto, um dos nomes em destaque neste dia, já que a administradora da TMG Automotive deverá ser eleita esta tarde para a presidência da Cotec, sendo a primeira mulher a assumir o cargo, ocupado até agora por Francisco Lacerda, presidente-executivo dos CTT. No Fórum Económico Famalicão Made IN, Isabel Furtado tinha já deixado antever o que poderá ser a sua missão nos próximos três anos à frente desta associação empresarial para a inovação. «O docente cresce com papers, mas se esse conhecimento não for transformado num bem não acrescenta nada à economia», assegurou.

Copyright © 2018 Portugal Têxtil. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirTêxtilInovações
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER