SMCP continua a crescer enquanto suas vendas aumentam globalmente

A SMCP continua a ser uma das empresas de maior sucesso no mercado atual. A companhia publicou os resultados referentes ao segundo trimestre no dia 31 de julho e os descreveu como “magníficos".

As marcas da SMCP continuam conquistando novos fãs globalmente

Em um mundo de moda e retalho onde as empresas estão cada vez mais cautelosas com suas perspetivas, os números da SMCP destacam o quão forte é o apelo do seu portfólio de marcas, que inclui Sandro, Maje e Claudie Pierlot.

Então, o que exatamente aconteceu nesse segundo trimestre? À taxas constantes, as vendas da SMCP cresceram 15,2%, mas enquanto o desempenho foi um pouco mais lento, esta não é uma empresa que tenta enfatizar bons números para compensar os maus. De facto, as vendas reportadas cresceram impressionantes 12,9%, a atingir 241,3 milhões de euros.

As vendas comparáveis ​​das três marcas aumentaram 5,8% no primeiro semestre, com um sólido desempenho nas lojas físicas e online. A empresa destacou que "a implementação bem-sucedida da estratégia digital" foi um impulso importante e que as vendas online representam atualmente 14,3% do total.

Por marca, a Sandro lidera com um aumento nas vendas de 14,7% à taxas constantes, impulsionada por "tendências internacionais muito dinâmicas e uma forte aceleração digital". A empresa esta a expandir a sua empresa rapidamente e nos últimos 12 meses abriu 22 lojas em locais variados, como Estocolmo, Miami, Zhengzhou e Dubai.

Mas apesar da Sandro ter crescido rapidamente, a Maje teve um desempenho ainda melhor. Suas vendas à taxas constantes cresceram 16,6% no segundo trimestre, uma vez que a atividade do 20º aniversário da grife ajudou a aumentar o seu reconhecimento globalmente. A empresa também abriu 33 lojas próprias da Maje na Europa, Estados Unidos e China, incluindo a 100ª localização no continente, em Pequim.

Claudie Pierlot não conseguiu igualar o desempenho de seus companheiros de portfólio, mas conquistou um aumento de 13% e 23 novas lojas operadas diretamente, então a marca não tem motivo para se preocupar. 

Em meio a tantos resultados positivos, houve apenas uma pequena nuvem no céu da SMCP, já que as vendas em seu mercado interno e principal, a França, caíram 0,7%. A companhia mencionou o ambiente de mercado difícil como a causa de suas marcas terem estagnado em casa.

Claramente, foi o desempenho internacional que impulsionou as vendas durante o trimestre, com um aumento de 26,5% nas vendas internacionais, representando 64% do faturamento total. O crescimento na Ásia Pacífico foi de 47,7%, enquanto na região EMEA (Europa, Oriente Médio e África) ele foi de 15,1%, com "crescimento robusto" e expansão na Alemanha e Itália. Nos Estados Unidos, o resultado foi melhor, pois registou um aumento de 27,1% nas vendas, ”impulsionado pelo alto tráfego e pela taxa de conversão em lojas físicas, além de um crescimento exponencial no comércio eletrónico”.

Com esses dados positivos, não é de se impressionar que a empresa tenha ficado mais otimista com suas projeções para o ano todo. Anteriormente, ela esperava um aumento entre 11 e 13% nas vendas, mas agora ela estima o valor mais alto, de 13%.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosModa - CalçadosLuxo - Pronto-a-vestirLuxo - AcessóriosLuxo - CalçadosNegócios