VF Corp anuncia uma iniciativa para a segurança no Bangladesh

A VF Corp alia-se à Corporação Financeira Internacional (IFC), o braço do Banco Mundial especializado em finanças, para constituir um pacote de 10 milhões de dólares americanos.
A VF Corp quer permitir que os seus parceiros terceirizados consigam financiamentos. Imagem: VF Corp.

Este pacote deve permitir, segundo a gigante norte-americana do têxtil (detentora das marcas Vans, Timberland, The North Face, Wrangler...), aos seus parceiros terceirizados a obtenção de facilidades de empréstimos de 100.000 a 1 milhões de dólares, com o objectivo de realizar obras necessárias para atualizar as suas instalações. O alvo buscado é a melhora das condições de trabalho e de segurança dos empregados do sector têxtil.

O grupo americano, assim como muitos dos seus compatriotas, havia se unido à Alliance for Bangladesh Worker Safety, nascida depois do desabamento do edifício Rana Plaza, nos arredores de Daca, no qual 1.138 operários perderam as suas vidas e mais de 2.000 outros ficaram feridos.

Outra organização, que reúne outros grandes grupos internacionais, também veio a público depois do drama com o mesmo objectivo de melhorar as condições. Recentemente, a rivalidade entre essas duas associações beirou o ridículo.

Além dessas indecisões no campo prático, a VF Corp, que diz ter, por meio do seu sítio exclusivo “wecare”, uma presença de quase 20 anos no Bangladesh e certa obrigação para as condições de trabalho dos operários assalariados, anunciou um investimento de 17 milhões de euros nesta causa.

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

TêxtilIndústria