Valentino confia produtos de beleza à L'Oréal

O grupo L'Oréal e a Valentino acabam de assinar um contrato de licença de longo prazo para a criação, desenvolvimento e distribuição de perfumes e produtos de beleza de luxo sob a marca Valentino. Este acordo entrará em vigor a 1 de janeiro de 2019, após a "obtenção das autorizações necessárias", foi revelado através de um comunicado.


Ver o desfile
Desfile outono-inverno 2018 da Valentino em Paris - © PixelFormula

Desde 2010, o desenvolvimento da linha de cosméticos da casa de luxo romana estava nas mãos do grupo catalão Puig, que o assumiu depois da Procter&Gamble.

"Estamos muito satisfeitos por termos celebrado este contrato de licenciamento com a Valentino. Com o seu sentido único de prestígio e modernidade, a Valentino é uma marca atraente para os consumidores da geração millennial em todo o mundo e um complemento perfeito para o nosso portfólio de marcas", disse Nicolas Hieronimus, diretor geral adjunto da L'Oreal.

Fundada em Roma, em 1960, por Valentino Garavani e Giancarlo Giammetti, e em mãos qataris desde 2012, a casa Valentino - que conta com 175 lojas próprias e mais de 1500 pontos de venda numa centena de países - registou em 2017 um volume de negócios negócios de 1,164 mil milhões de euros, um aumento de 5%.

Nomeadamente com Valentino Donna, Valentino Uomo e Valentina, as três fragrâncias mais vendida da marca, as vendas a retalho dos perfumes Valentino ascenderam a 63 milhões de euros em 2017, segundo a Euromonitor.

"A L'Oréal tem como ambição tornar-se na maior empresa de fragrâncias do mundo. Esta licença deve ajudar a atingir esse objetivo", declarou uma porta-voz do grupo. A marca Valentino será adicionada ao portfólio da divisão de produtos de luxo da L'Oréal, que inclui nomeadamente a Lancôme, a Saint Laurent e a Armani, cuja licença foi prorrogada até 2050.

Com a Reuters

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

CosméticaBeleza - DiversosNegócios