Vans aponta para receita de 5 mil milhões de dólares em 2023

A Vans anunciou na quarta-feira que planeia atingir os 5 mil milhões de dólares em receita até ao ano fiscal de 2023, um aumento de 2 mil milhões que a marca jovem da VF espera impulsionar com um forte crescimento em todos os canais, categorias de produtos e regiões geográficas, mas especialmente através do seu negócio direto ao consumidor (direct-to-consumer - DTC).


A Vans planeia atingiros5mil milhões de dólaresem receita até2023 - Instagram: @vans

O anúncio foi feito antes de uma reunião de investidores na qual a Vans forneceu mais detalhes sobre os seus objetivos, que preveem um crescimento entre 10% e 12% nos próximos cinco anos.
 
Até 2023, a marca espera que as receitas DTC atinjam os 3 mil milhões de dólares, representando aproximadamente 60% de todas as vendas globais. Algo que representaria uma taxa anual de crescimento combinado (compounded annual growth rate - CAGR) de cinco anos algures entre 13% e 16%. Espera-se que as receitas da DTC Digital atinjam os mil milhões de dólares, representando uma incrível CAGR entre 30% e 35%.
 
Dividindo os seus objetivos por categoria de produto, a Vans tem como objetivo um CAGR de cinco anos de 10% a 12% em receita de calçado, com o calçado heritage a registar um CAGR entre 8% e 10% e a progressão de calçado a crescer a uma taxa entre 14% e 16%.
 
As receitas da categoria de vestuário e acessórios da marca, por outro lado, deverão atingir os mil milhões de dólares até 2023, representando um CAGR de cinco anos entre 13% e 15%.
 
Em termos geográficos, a Vans também tem expectativas elevadas para as Américas, onde espera registar um CAGR entre 10% e 12% para alcançar os 3 mil milhões de dólares em receita nos próximos cinco anos.
 
"Desde a aquisição da VF, em 2004, a marca Vans cresceu a uma taxa anual composta de 17% e transformou-se numa marca de lifestyle global de 3 mil milhões de dólares", disse num comunicado Steve Rendle, CEO da VF Corporation. "Estou confiante na capacidade da equipa da Vans de cumprir uma ambiciosa meta de receita de 5 mil milhões de dólares, que será um dos principais impulsionadores do plano da VF para entregar um retorno total superior aos acionistas nos próximos cinco anos."
 
"A Vans está a chegar ao seu lugar de direito como a marca de desporto e lifestyle número três em termos mundiais, isso por sermos claros sobre quem somos e quem não somos", acrescentou o presidente da Vans Global Brand, Doug Palladini. "Ao abandonarmos a omnipresença e, em vez disso, focarmo-nos nos pilares da marca Vans de arte, música, desportos de ação e cultura de rua, continuamos a gerar uma conectividade de consumo profunda e significativa, que está a fazer crescer a Família Vans em todo o mundo."
 
De acordo com a VF Corporation, a Vans alcançou um crescimento de vendas líquidas de 35% no primeiro trimestre de 2018. A reunião na qual a marca revelou mais detalhes sobre os seus objetivos financeiros para 2023 aos investidores foi transmitida ao vivo e está disponível no site oficial da Vans.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - CalçadosDesportoNegócios