Vendas a retalho abrandaram em outubro

Relatório do Instituto Nacional de Estatística (INE) revela que, em outubro, as vendas do comércio a retalho em Portugal subiram 1,8% face ao período homólogo, o que representa uma desaceleração face ao mês de setembro, quando se registou uma subida homóloga de 4,4%.


O relatório publicado pelo INE indica, portanto, que em outubro o Índice de Volume de Negócios no Comércio a Retalho desacelerou 2,6% face ao mês anterior, algo que se deve sobretudo ao forte abrandamento dos produtos não alimentares, que registaram um abrandamento de 4,7%, descendo de um crescimento homólogo de 6,8% em setembro para 2,2% em outubro. Já os produtos alimentares registaram uma ligeira aceleração (0,1%), subindo dos 1,4% em setembro para 1,5% em outubro.

Em termos nominais, indica o mesmo relatório, o índice agregado subiu 2,7% em outubro (5,3% em setembro), sendo que as variações dos índices dos produtos alimentares e produtos não alimentares se situaram em 3,3% e 2,3%, respetivamente (comparativamente com 3,2% e 7,1% em setembro).

Em termos mensais, conclui-se que em outubro o Índice de Volume de Negócios no Comércio a Retalho diminuiu 2,3% face ao volume alcançado em setembro, mês que, por sua vez, variou 1,2% face a agosto.  

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - DiversosNegócios