Vendas da Desigual caem 10,6% no final do terceiro trimestre

A Desigual não conseguiu revitalizar o seu negócio. As vendas registadas pela empresa catalã no terceiro trimestre caíram 12,1% em relação ao mesmo período de 2016, após uma queda de 9,6% no segundo trimestre.


Desigual - primavera-verão 2018 - Mulher - Nova Iorque - © PixelFormula

O grupo francês Eurazeo, principal acionista da marca de vestuário, acaba de apresentar os seus resultados trimestrais e atribui a queda nas vendas da Desigual ao declínio no número de pedidos registados pela rede de distribuição multimarca para a coleção de outono de 2018.
 
Embora a empresa não tenha revelado os resultados concretos por canais de distribuição, de acordo com a Eurazeo as vendas na rede de lojas próprias da marca estiveram em linha com os resultados do primeiro semestre do ano.
 
Assim, nos primeiros nove meses de 2017, o volume de negócios da marca caiu 10,6% em relação ao ano passado, para 603,8 milhões de euros. Segundo a Eurazeo, o declínio é explicado pelos fracos resultados no mercado europeu, que representa 89% das vendas totais da cadeia.
 
Nos países latino-americanos, que representam apenas 2% das receitas totais da Desigual, o grupo registou um crescimento de dois dígitos.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ModaNegócios