Virent cria poliéster 100% à base de beterraba para roupas e tecidos

Usaríamos uma camisola feita a partir de açúcar de beterraba? A empresa americana de biocombustível Virent lançou a primeira do mundo 100% poliéster à base de plantas com a tecnologia BioFormPX, que transforma o açúcar da beterraba em matérias-primas renováveis imitando componentes químicos do petróleo para produzir bioplásticos, fibras, têxteis, filmes e muito mais.

Foto - Divulgação
 
A inovadora tecnologia BioFormPX cria poliéster de base biológica livre de petróleo para produção de peças de vestuário e tecidos. É o primeiro passo da Virent para fornecer poliéster biológico com baixo custo para o mercado. O ingrediente chave do poliéster, uma das fibras sintéticas mais populares do mundo, é o paraxileno, que tem sido feito exclusivamente a partir de petróleo bruto.
 
A fabricante taiwanesa Far Eastern New Century transformou o paraxileno do BioFormPX num poliéster e fabricou algumas camisolas verdes com o nome e logótipo da Virent para fins de demonstração. Segundo a empresa, o tecido e as camisas produzidas a partir do poliéster de beterraba são idênticos em todos os aspetos ao poliéster de petróleo, exceto porque elas têm uma pegada de carbono muito menor.
 
A Virent também produz gasolina, gasóleo e combustível para motores, e seu paraxileno pode ser utilizado na fabricação de garrafas de plástico recicláveis. A empresa usou a beterraba branca, usada para fabricar açúcar na Europa e EUA, mas os bioplásticos e tecidos sintéticos podem utilizar também o milho, trigo e cana-de-açúcar.
 
Fabricar plásticos, tecidos e até combustível a partir de plantas é muito bom para os agricultores, pois eles podem produzir e ganhar mais, elimina os desastres ambientais causados pelo petróleo, é bom para os países, uma vez que elimina a dependência da importação e uso de petróleo, sem falar no fim das guerras pelo petróleo.
 
A companhia americana fundada em 2002 firmou parcerias com várias empresas de envergadura, incluindo a Cargill, Shell, Coca-Cola e Honda. A Virent pretende lançar o produto para as marcas de vestuário, mas não disse quando estará disponível em larga escala.
 
A sustentabilidade anda de mãos dadas com as inovações tecnológicas. Assim, chegamos ao momento em que só novas tecnologias sustentáveis podem reverter os danos ambientais causados pela civilização humana.

Copyright © 2017 Stylo Urbano. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirTêxtilIndústria