Yoox Net-A-Porter deixará de comercializar peles de animais

O grupo Yoox Net-a-Porter anunciou terça-feira que irá excluir todas as roupas e acessórios feitos de pele de animal em seus quatro e-commerce, destacando um dos compromissos de seu relatório de sustentabilidade.

Os sites continuarão vendendo itens de pele falsa, como este casaco de pele falsa com estampa de leopardo - Net-A-Porter.com

Os sites de luxo e desconto Net-A-Porter, Mr. Porter, Yoox e The Outnet já vendem produtos de marcas amigas dos animais, como Stella McCartney e Armani, mas a nova política livre de peles ampliará a abordagem em todos os produtos e marcas.

A nova política livre de peles destaca o compromisso do grupo em gerenciar o impacto ambiental de forma responsável, como afirmado em seu relatório de sustentabilidade 2016, e garante que as lojas online promovam políticas comerciais de acordo com os direitos dos animais.

"O Grupo iniciou sua jornada para criar um futuro sustentável em 2009 com o lançamento do Yooxygen, o destino pioneiro da Yoox para marcas sociais e ambientais responsáveis. Desde então, demos grandes passos. No entanto, ainda há muito mais a fazer e permanecemos mais focados do que nunca em nosso compromisso de criar um futuro sustentável. Temos um forte senso de responsabilidade e reconhecemos a importância de dar uma contribuição positiva para a sociedade. Com uma série de iniciativas, parcerias e inovações, nosso objetivo é atuar como um catalisador da mudança para toda a indústria ", disse o chefe de sustentabilidade da YNAP, Matteo James Moroni.

O grupo disse que continuará a trabalhar em estreita colaboração com a HSUS, a HSI, a LAV e outras importantes organizações de proteção ambiental e animal para manter o negócio continuamente atualizado sobre peles e fornecimento ético.

Traduzido por Isabel Pimentel

Copyright © 2017 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

TêxtilLuxo - DiversosIndústria