×
309
Fashion Jobs
SACOOR BROTHERS
Brand Manager (m/f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Ubbo Alfragide
Efetivo · Lisboa
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Porto
SALSA
Conversion Rate Optimization Specialist – Otimizar a Experiência de Compra no Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
HR Specialist - Gbs Operations - General Admin (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager - Fulfilment Programs (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply / Fulfillment (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Procurement Manager (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sap sd (Afs & s4/Hana) (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply Primary Data (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Supply Chain Management Products - Tms Integration (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager Supply Chain (M/F/D)
Efetivo · Porto
SALSA
Marketplaces Account Manager - Oportunidade de Contrubuir Para a Internacionalização da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior HR Specialist - HR Systems Support (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - Systems Support (M/F/D)
Efetivo · Porto
FOREO
Marketing Manager - Portugal
Efetivo · Lisbon
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c.c. Vasco da Gama
Efetivo · Lisboa
Por
Jornal T
Publicado em
5 de abr. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

“A conferência do têxtil e vestuário mais bem organizada da Europa”

Por
Jornal T
Publicado em
5 de abr. de 2019

Mais internacional, mais abrangente e mais interativo, o iTechStyle Summit fechou a sua terceira edição com a certeza que ao longo dos três dias de congresso se discutiram as verdadeiras questões do futuro da indústria. No Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões estiveram reunidos 700 participantes, de 25 nacionalidades diferentes, e foram apresentadas dezenas de projetos inovadores. Números que elevam a fasquia para a próxima edição, já anunciada para 2020, no mesmo local.



“Tive o gosto de ouvir vários dos nossos colegas não portugueses a dizer que, provavelmente, esta é a conferência ligada ao têxtil e vestuário mais bem organizada da Europa”, confessou Braz Costa, no discurso de encerramento. Mas o diretor-geral do CITEVE pede mais: “Algumas das tecnologias que nos são hoje apresentadas como tendências já foram apresentadas há cinco anos pelo CITEVE. A criatividade portuguesa existe, mas ainda temos muito para aprender com quem sabe vender rápido as suas ideias e inovações”, comentou.

Ao longo dos três dias, subiram a palco 52 oradores e foram apresentados 40 posters, num congresso bastante diversificado que tocou todos os grandes assuntos que a indústria têxtil enfrenta no futuro. Sustentabilidade, digitalização, indústria 4.0 e os hábitos de consumo dos millennials foram os temas predominantes e que foram sempre suscitando muitas perguntas da audiência.

Aliás, o diálogo com o público foi uma das principais notas do evento. Com uma audiência composta por empresários, investigadores académicos e quadros de empresas, o debate foi uma constante.

Uma interatividade que se estende já à próxima edição, com os participantes deste ano a serem convidados a envolverem-se no planeamento do próximo.“A vossa opinião conta” declarou o diretor-geral do CITEVE, anunciando que os participantes deste ano serão convidados a darem a sua opinião sobre qual a melhor semana, qual a duração ideal, e que temas devem ser discutidos em 2020.

Assim, o único aspeto que parece estabelecido é o local, que se deverá manter o Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões. “Um edifício com esta beleza e grandiosidade também conta para o sucesso do evento. Só não será aqui se o turismo de cruzeiros crescer de tal forma que não nos permita voltar”, concluiu.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.