×
333
Fashion Jobs
ADIDAS
Senior Manager Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Senior Manager Digital Content Strategy (Future of Content) (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Senior Manager Product Ownership - Product Supply
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Manager Digital Content Strategy (Future of Content) (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
HR Specialist - General Admin - German Speaker (M/F/D) - Maternity Leave Cover
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Specialist Gbs Accounts Payable - Serbian/Croatian Speaker (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Specialist Gbs Accounts Payable - Czech Speaker (M/F/D)
Efetivo · PORTO
GIANNI KAVANAGH
PR / Communication Specialist
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Senior Specialist Benefits & Time Management - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Manager HR Systems (Hire to Retire Hxm Systems) (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
HR Specialist - Systems Support (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
HR Specialist Gbs - Hiring Operations (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Senior Manager Product Ownership - Product Supply (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Specialist Gbs Accounts Payable - French Speaker (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Manager HR Authorization (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Manager HR Data (M/F/D)
Efetivo · PORTO
SKECHERS
Stockroom Specialist (25 Hours)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
HR Associate - People Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Manager Digital Content Strategy (Efficiency & Effectiveness) (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Manager Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Specialist Benefits & Time Management - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · PORTO
Por
Reuters
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
10 de mar. de 2023
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A Shein da China supostamente deve levantar 2 mil milhões de dólares de olho no IPO dos EUA ainda este ano

Por
Reuters
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
10 de mar. de 2023

A retalhista chinesa de moda online Shein deve levantar cerca de 2 mil milhões numa nova rodada de financiamento este mês e pretende abrir o seu capital nos EUA no segundo semestre deste ano, revelaram fontes.

O fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos, Mubadala, é um dos principais investidores nesta rodada, assim como os investidores existentes, a empresa de private equity General Atlantic (GA) e o grupo de capital de risco Sequoia Capital China, disseram duas das pessoas e uma pessoa separada com conhecimento do assunto.


A Shein da China supostamente deve levantar 2 mil milhões de dólares, de olho no IPO dos EUA ainda este ano - Shein


Tiger Global Management tornou-se um novo investidor, disseram as duas primeiras fontes.

A Shein cortou a sua avaliação para 64 mil milhões de dólares nesta arrecadação de fundos, um terço abaixo da rodada de financiamento do ano anterior, de acordo com seis fontes com conhecimento do assunto.

A empresa manteve no mês passado negociações iniciais com vários bancos de investimento para escolher os principais bookrunners para o IPO dos EUA, disseram duas das fontes com conhecimento direto dos planos.

A flutuação, se bem-sucedida, seria uma das maiores do mundo neste ano e um teste para o apetite dos investidores norte-americanos por empresas chinesas através de mercados de capitais voláteis e tensões geopolíticas.

Todas as fontes não quiseram ser identificadas porque as informações eram confidenciais.

A Shein disse que atualmente não tem planos para um IPO e recusou-se a comentar mais. Mubadala e Sequoia China recusaram-se a comentar. GA e Tiger não responderam imediatamente aos pedidos de comentários.

Os investidores que participaram da arrecadação de fundos da Shein em 2022 ajustarão o valor das participações que compraram anteriormente para refletir a avaliação atual da empresa, disseram duas das fontes.

A Shein, fundada pelo empresário chinês Chris Xu, tornou-se um dos maiores mercados de moda online do mundo desde o seu lançamento em 2008 em Nanjing. Produz roupas na China para vender online nos Estados Unidos, Europa e Ásia, comercializando itens como vestidos de 10 dólares e tops de 5.

Tentou listar nos EUA em 2020, mas arquivou o plano em parte devido a mercados imprevisíveis através das crescentes tensões EUA-China, disseram anteriormente as fontes.

Na época, a empresa havia contratado o Bank of America, o Goldman Sachs e o JPMorgan para trabalhar no IPO, mas decidiu selecionar novamente os seus consultores, disseram três das fontes.

Uma empresa chinesa?



Os planos do IPO da Shein devem ser observados de perto depois que a China introduziu no mês passado novas regras estabelecendo como as empresas podem listar no exterior. Essas regras seguiram-se a uma repressão regulatória que reduziu a um pingo as listagens de empresas chinesas nos EUA.

As empresas chinesas levantaram apenas cerca de 230 milhões de dólares em listagens nos EUA no ano passado, uma queda enorme em relação aos 12,9 mil milhões em 2021, segundo dados da Refinitiv.

Não ficou imediatamente claro se a Shein está a planear buscar oficialmente a aprovação regulatória chinesa para o seu IPO.

Nos últimos anos, a empresa fez de uma empresa de Singapura a sua holding de facto e Xu também se tornou um residente permanente da cidade-estado, informou a Reuters no ano passado. Os movimentos foram projetados para que a SHEIN pudesse ignorar a aprovação regulatória chinesa para a listagem, disseram fontes.

A Shein está a expandir-se na Europa à medida que constrói a sua equipa na Irlanda, disse uma das fontes e duas pessoas separadas com conhecimento dos seus planos de negócios.

Começou a fabricar na Turquia e abrirá uma grande instalação na Polónia como parte do seu plano de expansão na Europa, acrescentaram.
 

© Thomson Reuters 2023 Todos os direitos reservados.