Abercrombie & Fitch regista queda nas vendas no trimestre

A Abercrombie & Fitch Co. informou na quarta-feira (29) que não atingiu as projeções de Wall Street de vendas em mesmas lojas no trimestre devido à desaceleração da demanda pelas roupas da sua marca Hollister. Com este resultado, as ações da empresa americana caíram 17%.


A Abercrombie previa crescimento de até 2% nas vendas líquidas do segundo trimestre de seu ano fiscal

A marca Hollister tem sido lucrativa para a empresa nos últimos anos, graças ao seu vestuário mais casual e divertido, focado em clientes mais jovens, que abandonaram a Abercrombie após as suas t-shirts com logótipo ficarem fora de moda.

No entanto, os resultados mais recentes da empresa mostraram que a demanda pela Hollister enfraqueceu, com as vendas em mesmas lojas a aumentarem apenas 2% nos três meses encerrados a 4 de maio, e não atingindo a estimativa média dos analistas de um crescimento de 3,3%, segundo dados do IBES da Refinitiv.

No ano passado, as vendas em mesmas lojas da Hollister aumentaram 6%. No geral, as vendas em mesmas lojas aumentaram 1% no primeiro trimestre do ano, abaixo das estimativas de um crescimento de 1,33%.

A Abercrombie previa vendas líquidas estáveis para o segundo trimestre, com aumento de 2%, um pouco abaixo da estimativa de um aumento de 2,8%. A empresa atribuiu as suas previsões dececionantes a um golpe de 10 milhões de dólares com um dólar forte.

A empresa também informou que irá fechar mais três lojas próprias, incluindo uma da Hollister no SoHo, em Nova Iorque. As vendas líquidas aumentaram de 730,9 milhões para 734 milhões de dólares. Os analistas esperavam vendas líquidas de 733,4 milhões de dólares.

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2019 Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDenimNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER