Acionistas da Billabong aprovam aquisição da Boardriders

É quase oficial: a Boardriders deve assumir a Billabong empresa australiana de desportos de ação assim que os acionistas aprovarem o acordo.


A aquisição da Billabong pela Boardriders foi aprovada

Após o lance original de US$ 1,00 ser criticado por alguns analistas e investidores por ser muito baixo, a Boardriders aumentou para US $ 1,05 antes da assembleia de acionistas da Billabong na quarta-feira (28). Isto foi o suficiente para obter o apoio necessário de 75%.

Ainda houve vozes dissidentes e até mesmo aqueles que votaram pelo acordo não o consideraram necessariamente forte, mas com analistas a dizerem que a alternativa poderia ter sido a falência da Billabong, os acionistas tiveram que enfrentar a perda dos seus investimentos.

A oferta final representou um acréscimo de 34,6% ao preço de encerramento da Billabong, no dia antes da oferta da Boardriders ser anunciada pela primeira vez em janeiro. O novo proprietário já tinha uma participação de quase 20% na Billabong e, com o conselho da empresa de surfwear e o seu fundador, Gordon Merchant, bem como os principais acionistas Ryder Capital e Adam Smith Asset Management, a apoiarem a aquisição, teria sido preciso muito para qualquer acionista infeliz poder bloqueá-la. A Boardriders, que também é proprietária das marcas Quiksilver, Roxy e DC Shoes, disse que esta é a melhor saída.

"Acreditamos que esta transação representa o melhor valor para todas as partes interessadas - acionistas, funcionários, fornecedores e clientes. Estamos satisfeitos em ver que os acionistas da Billabong reconheceram este valor e aprovaram a proposta de aquisição. Conseguimos um marco significativo e estamos um passo mais perto de criar a principal empresa de desportos de ação do mundo. Estamos ansiosos por unir as comunidades Billabong e Boardriders e construir uma base para melhorar a apresentação e expandir a indústria de desportos de ação”, disse o CEO, Dave Tanner.

A transação deve ser concluída a 24 de abril, mas está sujeita a aprovações finais. Em fevereiro, a Billabong reportou um prejuízo de 500 milhões de dólares e alertou que, se o acordo com Boardriders não fosse aprovado, poderia ter que diluir as participações acionárias através de uma captação de ações ou venda de ativos 138,6 milhões de dólares em dívidas.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosModa - CalçadosDesportoNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER