×
362
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
TAPESTRY
Sales Associate ii - ce pt Vila do Conde (20-39 Hours)
Efetivo - CLT · Vila do Conde
SALSA
Estágio Curricular - People & Talent
Estágio · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Estação Viana - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Viana do Castelo
THE KOOPLES
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m) 1
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conde (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Ales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lango (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lago (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
28 de mai de 2020
Tempo de leitura
4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Adidas e Allbirds unem-se num futuro ultra-sustentável na nova empresa de calçado desportivo

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
28 de mai de 2020

O gigante desportivo Adidas e o desintegrador de nichos de calçado Allbirds, estão a formar uma equipa "para alargar os limites do que é possível em termos de sustentabilidade, procurando realizar algo que nunca foi feito antes: Desenvolver um sapato de desempenho desportivo com a menor pegada de carbono de sempre".

As duas marcas afirmaram que irão "explorar inovações em todas as suas cadeias de abastecimento, com o objectivo de desenvolver um produto a lançar em 2021".


A Adidas está a avançar o mais rápido que pode com a Allbirds para tornar o calçado desportivo mais sustentável


É um passo interessante que coloca a sustentabilidade de novo no centro das atenções, uma vez que os bloqueios globais são facilitados e também importantes para a intenção que estabelece e não para o desenvolvimento específico que já aconteceu.

As empresas afirmaram que "a sua principal referência de sucesso" será também ter uma influência mais ampla e "criar uma mudança na forma como as marcas desenvolvem e fabricam produtos a nível mundial, com a ambição de acelerar a corrida crítica para alcançar a neutralidade do carbono".

O projecto colaborativo pretende "acelerar soluções para reduzir os 700 milhões de toneladas métricas de dióxido de carbono emitidos, anualmente, pela indústria do calçado. E irá concentrar-se em todos os aspectos da produção de calçado, desde o fabrico até à cadeia de abastecimento, explorando recursos materiais renováveis. Atualmente, a pegada média de carbono do calçado em funcionamento é de aproximadamente 13,6 kg de CO2", afirmam as duas empresas.

A Adidas e a Allbirds sublinharam também que não comprometeriam o desempenho, uma medida sensata, dado que um calçado sustentável que vende realmente tem de ser um calçado que tanto os atletas como os outros consumidores possam usar da mesma forma que usariam opções menos sustentáveis. Aceita que os consumidores não vão necessariamente comprar algo que é muito amigo do planeta, mas que não faz o trabalho tão bem como um produto mais poluente.

Como parte de tudo isto, ambas as marcas "abrirão as portas ao conjunto de inovações sustentáveis tanto de uma como da outra e abrirão a oportunidade de estabelecer um novo padrão da indústria na luta contra as alterações climáticas".


Adidas e Allbirds unidas num futuro mais sustentável - Adidas


E essa é uma luta que deverá ter um perfil ainda mais elevado nos próximos meses e anos. A atenção do mundo tem estado centrada na crise do coronavírus há vários meses, mas uma coisa também resultou de muito do que se tem falado durante este tempo, que é a determinação de muitos governos, empresas e consumidores em impulsionar a sustentabilidade pós-pandémica.

"As nossas marcas não querem apenas participar na conversa sobre sustentabilidade, queremos continuar a ser catalisadores e criadores de melhorias substanciais", disse James Carnes, vice-presidente da Adidas Brand Strategy. "O recente progresso que as nossas marcas fizeram em nome da inovação sustentável criou o impulso perfeito para que esta parceria influencie para sempre as práticas da indústria".

E o co-CEO da Allbirds, Tim Brown, acrescentou: "Há uma necessidade urgente de reduzir o nosso número global de carbono, e esta missão é maior do que apenas a Allbirds ou a Adidas, quer nos apercebamos ou não, esta é uma corrida em que todos corremos juntos como um planeta e que supera a concorrência do dia-a-dia das empresas individuais. Tenho esperança de que esta parceria seja um exemplo a seguir por outros, enquanto perseguimos um futuro mais sustentável e líquido de carbono zero".

As empresas vão analisar a sua produção, utilizando a ferramenta de avaliação do ciclo de vida da Allbirds, que mede as emissões de carbono de ponta a ponta e que afirmou: "A grande esperança é que esta parceria catalize outras pessoas para partilharem as suas melhores ideias e investigação, para que possamos trabalhar em conjunto na luta por uma vida mais sustentável. Este é um problema que não será resolvido por uma única empresa".


Máscara da Adidasjá mostrapreocupaçõescom a segurança,higiene e reutilização - Adidas


Este sentimento faz também eco de outros que foram ouvidos durante o período de crise de COVID-19, tendo uma vasta gama de empresas competitivas a trabalhar em conjunto para atingirem determinados objectivos comunitários.

A Adidas já se comprometeu a reduzir em 30% a sua pegada de carbono até 2030 e a atingir a neutralidade de carbono até 2050, como parte da sua iniciativa "Resíduos Plásticos Finais". Entretanto, a Allbirds está concentrada em ser um negócio 100% neutro em termos de carbono.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.