×
357
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
SHON MOTT
Sales Assistant
Efetivo - CLT · LISBOA
EL CORTE INGLÉS, GRANDES ARMAZÉNS SA
Vendedores de Moda
Efetivo - CLT · LISBOA
RE/MAX COLLECTION, MAXGROUP
Profissional do Setor de Moda (m/f) Com Vertente Comercial
Estágio · LISBOA
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · PORTO
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - 8ª Avenida - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · São João da Madeira
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Parque Atlântico - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Ponta Delgada
CONFIDENCIAL
Engenheiro(a) de Qualidade Têxtil - Vestuário
Efetivo - CLT · PORTO
SANDRO PORTUGAL
Concession Manager - Lisboa el Corte Ingles h/m
Efetivo - CLT · LISBOA
LION OF PORCHES
Técnico(a) de Qualidade
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
RALPH LAUREN
Sales Associate (Vendedor Loja)
Efetivo - CLT · Alcochete
SANDRO PORTUGAL
16 Hours Sales Assistant Lisbon h/m
Trainee · LISBOA
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
30 de jan de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Aeffe fecha 2019 com ligeiro crescimento

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
30 de jan de 2020

A Aeffe desacelerou em 2019. O grupo italiano de moda, que atua através das suas marcas próprias (Alberta Ferretti, Philosophy, Moschino e os sapatos Pollini) e várias licenças (Jeremy Scott e Cédric Charlier) encerrou o seu exercício com um aumento de 1,4 % (+1,2% a taxas de câmbio constantes), contra um crescimento de dois dígitos em 2018. No ano passado, o seu volume de negócios foi de 351,4 milhões de euros, principalmente graças à Ásia e à Europa (excluindo Itália).


As vendas da Alberta Ferretti recuaram cerca de 19 % em 2019 - © PixelFormula

  
A Moschino continua a ser a locomotiva, uma vez que é a marca mais importante do grupo e a única a registar um aumento em 2019 (+4,5%), com um volume de negócios de 262,5 milhões de euros, ou 75% do total das vendas da Aeffe. A Alberta Ferretti viu as suas vendas caírem 18,9%, enquanto a linha jovem Philosophy e os sapatos Pollini permaneceram estáveis, com uma queda de 0,3% cada um. As vendas de linhas licenciadas registaram uma queda de 10,2%.

A Aeffe cresceu em todas as regiões em 2019, à exceção da América e de Itália. Na Ásia e no resto do mundo, que constituem um quarto do seu volume de negócios total, as vendas aumentaram 7,5% a taxas de câmbio constantes, principalmente graças à China (+7,2%) e ao salto de 14,6% alcançado na Coreia do Sul. Na Europa (excluindo Itália), que representa mais ou menos o mesmo peso em termos de receita, as vendas aumentaram 8,1% graças a Inglaterra, Alemanha e Europa Oriental, sublinhou a empresa em comunicado.

Na América, as vendas diminuíram 4,5%. Mas, este mercado tem apenas 5% de impacto nas vendas. Por outro lado, Itália, que registou o mesmo declínio, travou significativamente o grupo. O mercado doméstico continua a ser o principal ponto de venda da Aeffe, com um peso de 45,8% nas suas vendas totais.

Este declínio pode ser explicado, em particular, pela fraqueza da rede de venda por atacado. A nível mundial, a empresa registou uma queda de 1,8% nas vendas no canal wholesale, responsável por quase 70% do seu volume de negócios.

As vendas na rede a retalho, que inclui 65 lojas próprias, entre outras, aumentaram 7,5%. As receitas das royalties das licenças representaram 13,7 milhões de euros em 2019 para a empresa de San Giovanni em Marignano, perto de Rimini, um aumento de 17,7% em relação a 2018.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.