×
370
Fashion Jobs
JD SPORT
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
THE KOOPLES
Sales Assistant 24h - Colombo
Efetivo · LISBOA
ADIDAS
Specialist Gbs Procurement Operations - French Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Credit And Collections Specialist North & Nordics (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Taxes Systems (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Vasco da Gama
Temporario · Lisboa
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Viana Estação Shopping
Temporario · Viana do Castelo
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Foz Plaza
Temporario · Figueira da Foz
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Chaves
Temporario · Chaves
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Fórum Madeira - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
13 de mai. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Aeffe: lucro líquido sobe no primeiro trimestre

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
13 de mai. de 2022

A Aeffe começa o ano em grande. O grupo de moda italiano, ativo através das suas marcas próprias (Alberta Ferretti, Philosophy, Moschino e os sapatos Pollini) e de licenças (Jeremy Scott, por exemplo), atingiu no primeiro trimestre um volume de negócios de 101,6 milhões de euros, uma subida de 26,8% (+26,5% a taxas de câmbio constantes) em comparação com o mesmo período do ano anterior. Acima de tudo, consegue quase triplicar o seu lucro líquido. Este último passou de 3,7 milhões de euros nos primeiros três meses de 2021 para 8,9 milhões um ano depois, representando 8,8% do volume de negócios.


Desfile outono-inverno 2022-23 da Alberta Ferretti - © PixelFormula


No período em questão, a empresa de San Giovanni in Marignano, perto de Rimini, viu todos os seus indicadores de desempenho dispararem. Duplicou o seu resultado operacional (Ebit), que num ano  saltou de 7,7 milhões para 14,2 milhões, enquanto o resultado operacional bruto (Ebitda) passou de 14,1 milhões de euros para 20,4 milhões (+45%), ascendendo a 20% do volume de negócios. "A margem aumentou mais do que proporcionalmente em relação ao aumento da receita, graças ao efeito combinado de um maior impacto percentual das vendas a preço total, tanto no canal da venda por atacado como no canal da venda a retalho, e a uma menor incidência nos custos fixos, ainda que superior ao primeiro trimestre de 2021", disse a empresa em comunicado.
 
Do ponto de vista geográfico, os resultados da Aeffe refletem a atual conjuntura económica, com uma desaceleração na Ásia, e especialmente na China, relacionada com o confinamento em várias grandes cidades, incluindo Xangai, devido à propagação da Covid-19. Na Ásia, representando 17,3% do volume de negócios total, as vendas caíram 1,2% para 17,6 milhões de euros em relação ao primeiro trimestre de 2021. Em contrapartida, na América o grupo aumentou a sua quota de mercado, uma vez que esta constitui 9,5% do seu negócio, contra 6,7% a 31 de dezembro de 2021. As suas vendas estão a explodir (+88,3% a taxas de câmbio constantes), atingindo 9,6 milhões de euros.

Em Itália, o seu primeiro mercado, pesando 41% do total da sua receita, as vendas atingiram 42,7 milhões de euros, um aumento de 24,6% "graças aos excelentes resultados das vendas por atacado, mas também no retalho". Na Europa (excluindo Itália), que representa quase um terço do volume de negócios da Aeffe, as vendas aumentaram 37,5%, para 31,5 milhões de euros, uma vez mais graças ao canal wholesale, em especial na Alemanha e na Grã-Bretanha.

“O primeiro trimestre de 2022 confirmou as tendências de 2021 com um crescimento significativo da receita e uma progressão mais do que proporcional da rentabilidade” comenta o presidente executivo da Aeffe, Massimo Ferretti. “Resultados obtidos graças ao bom desempenho de todas as nossas marcas, bem como aos lucros gerados pela eficiência estrutural do modelo económico colocado em prática nos últimos dois anos." O responsável evoca ainda as encomendas das novas coleções, em alta de 9%, "apesar da incerteza relacionada com as tensões geopolíticas resultantes do conflito em curso na Ucrânia".

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.