Algodão: os preços mais baixos em cinco anos

Depois de ter batido números recordes de alta em 2010, o preço da matéria-prima branca caiu nos últimos dias para o seu mais baixo nível em cinco anos.


Na realidade, é preciso regressar a 7 de outubro de 2009 para reencontrar os 49,69 (62,59) por libra, preço constatado nas encomendas com prazo de entrega previsto para dezembro próximo. Uma vez que a China anunciou um recuo das suas importações, o preço da matéria-prima caiu 26% num ano.

A secretaria americana do Comércio avaliava há algumas semanas que o mercado está em plena transição, já que a China pode contar com os seus stoks maciços para os próximos quatro a cinco anos. Só depois disso é que o Império do Meio deve virar-se de novo ao mercado, relançando os preços.

É preciso lembrar-se de que a crise do preço do algodão, que sacudiu o setor em 2010, já havia sido amplamente imputada à China. Adquirindo o máximo dos stocks por antecipação da alta dos preços, o país havia levado esses preços às alturas, uma vez que os países procuravam comprar o stock restante.

Por enquanto, uma das consequências visíveis desse baixo preço e da retração chinesa das trocas comerciais nessa área é que a Índia vai ultrapassar a China em matéria de produção. A Índia atingiria assim os 30 milhões de fardos de algodão contra 29,5 milhões do Império do Meio, que totalizava 32 milhões de fardos no ano anterior.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

TêxtilIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER