×
302
Fashion Jobs
DIRETOR(A) INDUSTRIAL
Diretor(a) Industrial
Efetivo · MONACO-VILLE
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
DAMA DE COPAS
Consultora de Lingerie
Efetivo · PORTO
THE KOOPLES
Sales Assistant 16h - Eci Lisbon
Efetivo · LISBOA
EMPRESA DE MODA NO SETOR DO LUXO
Vendedor/a de Loja de Gama Alta
Temporario · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Foz Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Figueira da Foz
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Coimbra cc Forum Coimbra - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo ·
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa cc Chiado - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo · LISBOA
Por
Reuters API
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
29 de abr. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Alibaba procura expandir a Lazada para a Europa

Por
Reuters API
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
29 de abr. de 2022

O Alibaba Group planeia expandir o seu braço do sudeste asiático, Lazada, para a Europa, como informaram à Reuters duas fontes familiarizadas com o assunto, e uma vez que a empresa chinesa de comércio eletrónico procura um maior crescimento no estrangeiro.


O Alibaba Group planeia expandir o seu braço do sudeste asiático, Lazada, para a Europa - Reuters


A mudança chega meses depois do braço logístico da Alibaba, Cainiao, ter aberto um núcleo central para as vendas europeias na Bélgica.
 
A Alibaba já está presente na Europa através da sua plataforma global de comércio eletrónico, AliExpress, que se dirige principalmente aos consumidores que procuram bens de fabricantes chineses, como acessórios para Smartphones e vestuário.

A Lazada planeia visar os vendedores europeus locais, enquanto a AliExpress continuará a concentrar-se principalmente nas vendas transfronteiriças da China, disse ainda uma das fontes à Reuters, acrescentando que o CEO da Lazada Thailand, James Dong, vai ajudar a liderar a iniciativa.
 
As fontes não especificaram para que países europeus a Lazada tenciona expandir-se, uma vez que os pormenores estão ainda a ser ultimados.
 
A Lazada foi fundada em 2012 pela incubadora tecnológica alemã Rocket Internet para se tornar a resposta do Sudeste Asiático à Amazon.com Inc. A Alibaba adquiriu uma participação de controlo na mesma por cerca de mil milhões de dólares (947,28 milhões de euros) em 2016, naquele que foi o maior negócio estrangeiro da empresa chinesa na altura.
 
A Alibaba afirmou em dezembro ter estabelecido metas para o mercado do sudeste asiático de 100 mil milhões de dólares (94,73 mil milhões de euros) em volume bruto de mercadorias e 300 milhões de utilizadores.
 
A Lazada gerou 21 mil milhões de dólares (19,89 mil milhões de euros) em volume bruto de mercadorias no ano até ao final de setembro de 2021 e teve 159 milhões de utilizadores, à medida que a concorrência se intensificou com a maior rival Shopee, propriedade da Sea Ltd.
 
A própria plataforma online Shopee expandiu-se globalmente, entrando em mercados como a Polónia, Espanha e França no ano passado. Mas retirou-se da Índia e França em março, enfrentando uma fraca perspetiva de crescimento. A empresa também pretende lançar-se em Itália e em Portugal muito em breve.
 

© Thomson Reuters 2022 All rights reserved.