×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
7 de jan de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

AMI passa a ser controlada por investidor chinês

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
7 de jan de 2021

A empresa de capital de risco Sequoia Capital China adquiriu uma participação de controlo estratégico no capital da AMI, marca parisiense do designer Alexandre Mattiussi.


Nicolas Santi-Weil,diretor-geral da AMI, e o presidente e diretor criativo Alexandre Mattiussi - Fotografia: Luc Braquet


Os termos da aquisição não foram divulgados - mas, a AMI anunciou recentemente um volume de negócios anual "superior" a 50 milhões de euros, um aumento de mais de 50% em relação ao exercício anterior.
 
Num comunicado conjunto com o novo proprietário da marca, a AMI declarou: “Este desenvolvimento vai estar em continuidade com a visão de Alexandre Mattiussi, presidente e diretor artístico da marca, que continuará a garantir a direção criativa. Nicolas Santi-Weil, diretor-geral, irá manter o controlo das operações da casa."

Trata-se da primeira aquisição por um investidor chinês de uma marca francesa que desfila em Paris desde a aquisição da Lanvin pela Fosun International em setembro de 2005.
 
A Sequoia Capital China é uma empresa de capital de risco com sede em Pequim, que adquiriu participações em mais de 600 empresas desde a sua criação - entre as quais JD.com, Alibaba, Meituan e Wanda Cinemas. Mas, esta é a primeira vez que o grupo se aventura no domínio da moda de alta gama.

A AMI foi fundada em 2011 por Alexandre Mattiussi, um designer da Normandia que passou pelos estúdios de criação de pronto-a-vestir masculino da Christian Dior e da Givenchy. O nome da marca remete para as iniciais do seu nome e para o facto de Alexandre Mattiussi insistir sempre que cria para os seus amigos (amis, em francês).
 
Mattiussi rapidamente alcançou o sucesso crítico e comercial, graças à elegância descontraída das suas coleções, funcionais e modernas. Também é conhecido pelos seus desfiles em locais inesperados - o último decorreu numa barcaça que navegava pelo Sena. Já bem estabelecido no mercado do pronto-a-vestir masculino, Alexandre Mattiussi começou a criar coleções femininas desde 2018, conquistando uma vez mais elogios pelo seu estilo contemporâneo, perfeitamente traduzido de homem para mulher.

Nicolas Santi-Weil, garantiu: “É com orgulho que damos as boas-vindas a um aliado forte e visionário e que escrevemos juntos um novo capítulo na evolução da AMI. Combinar o alcance mundial e a experiência digital da Sequoia Capital China com a criatividade e a energia da AMI é, sem dúvida, um excelente cocktail. Partilhamos o mesmo objetivo: dar uma nova dimensão à história da nossa marca. Alexandre e eu fomos convencidos pela sua determinação em apoiar-nos enquanto empreendedores, compreendendo e respeitando os valores fundamentais que nos definem.”

A AMI conta atualmente com flagships em Paris, no Reino Unido, na China e no Japão, bem como mais de 350 pontos de venda em todo o mundo.


Ami - Alexandre Mattiussi - primavera-verão 2021 - Moda Feminina - Paris - © PixelFormula


Por seu lado, Neil Shen, diretor da Sequoia Capital e fundador e sócio-gerente da Sequoia Capital China, anuncia: “Estamos muito satisfeitos por nos associarmos à AMI, sob a direção de Alexandre Mattiussi, uma das principais marcas no mercado global, dotada de uma forte cultura criativa e de uma paixão pelo digital. Esta parceria marca uma nova etapa na nossa jornada com empresas internacionais líderes no setor do luxo, para as ajudar a acelerar a sua transformação digital e a sua implementação nos mercados locais.”
 
No comunicado, a Sequoia Capital descreve-se como uma equipa que apoia "fundadores audazes na construção de empresas lendárias...desde a ideia inicial até à entrada em bolsa e mais além". E acrescenta: "Ao associarem-se à Sequoia Capital, estas empresas beneficiam da sua comunidade única, bem como dos ensinamentos reunidos ao longo de 49 anos de experiência. Verdadeiros 'empreendedores ao lado de empreendedores', os membros da equipa da Sequoia Capital China concentram-se em três setores: TMT (tecnologias, media, telecomunicações), consumo e saúde. Nos últimos 16 anos, a nossa empresa colaborou com cerca de 600 empresas na China."

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.