×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Anbievolution entra nas vendas online

Por
Portugal Textil
Publicado em
today 14 de out de 2019
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Além de vender para grandes marcas, como Benetton ou Vivienne Westwood, a empresa quer chegar a clientes mais pequenos e, para isso, vai disponibilizar mais de 3.000 referências no seu novo website, com stock capaz de responder à procura de qualquer quantidade de malha.


André e Luís Andrade


Lançado recentemente, o novo website da empresa vai permitir, antes do final do ano, que, em qualquer parte do mundo um cliente possa adquirir as malhas da Anbievolution. «Em 24 horas entregamos, em Portugal e na Europa», revela o CEO Luís Andrade.

As vendas e o tráfego serão impulsionados por publicações diárias nas redes sociais como o Facebook e o Twitter, assim como pelas novidades que serão continuamente adicionadas – cerca de quatro produtos novos por mês. «As pessoas hoje não vão às lojas, não vão à rua nem ao centro comercial comprar roupa. Vão à Internet e compram», afirma ao Jornal Têxtil. O segredo, contudo, está na organização, com um stock permanente à volta das 15 toneladas.

A implementação das vendas online, cuja gestão diária está entregue a uma empresa externa, representa um investimento inicial de cerca de 25 mil euros, indica o CEO, e pretende chegar não só a clientes nacionais mas também internacionais. A meta é que, «nos próximos três ou quatro anos, este negócio represente cerca de 5% a 10% da faturação da Anbievolution», aponta o CEO.

Em 2018, a especialista em malha registou um volume de negócios perto dos 5 milhões de euros. Para este ano, as expectativas são de um volume de negócios inferior, entre os 3,5 milhões e os 4 milhões de euros, fruto de uma estratégia de reposicionamento da Anbievolution, centrada em clientes com maior valor acrescentado. «Vamos ter uma baixa de faturação, mas a nível de resultados provavelmente será bem melhor do que os anos anteriores», admite Luís Andrade.

Dos EUA à Europa do Norte

A empresa está a vender uma média de duas a três toneladas de malha por dia, sendo 30% dessa quantidade enviada para exportação, incluindo para servir marcas como a Desigual, Benetton e Vivienne Westwood. Espanha, França, Alemanha e Rússia são os principais destinos, mas há igualmente novos países a crescer nas contas da Anbievolution. «Um mercado novo são os EUA», revela André Andrade, responsável de marketing e vendas da empresa, que representa já segunda geração do negócio familiar. «Estamos também a tentar Bélgica, Dinamarca, Noruega – ouvimos falar bem desses países e, por isso, vamos tentar», adianta.

Uma insistência na internacionalização que faz parte da estratégia de futuro gizada por Luís Andrade. «As minhas ambições partem de três conceitos: qualidade; não aumentar o volume de faturação mas ter uma estrutura bem sustentada; e apostar mais na área comercial em todos os países que apareçam no futuro e que sejam uma oportunidade para internacionalizar a Anbievolution», resume o CEO.

Copyright © 2019 Portugal Têxtil. Todos os direitos reservados.