×

Anthropologie reforça aposta em Paris e acelera na Europa

Publicado em
today 27 de set de 2019
Tempo de leitura
access_time 4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Anthropologie acelera o ritmo no Velho Continente. Chegada à Europa em 2009, com uma primeira localização no Reino Unido, onde atualmente conta com treze lojas, a marca de lifestyle do grupo americano URBN cruzou o Canal da Mancha em 2018 para abrir os seus primeiros pontos de venda na Europa continental. Desde então, encadeia inaugurações nas principais grandes cidades, incluindo Paris. Peter Ruis, diretor da Anthropology no domínio internacional, que visitou a Cidade da Luz a 27 de setembro, fez um ponto de situação desta expansão. 


Ambiente boémio e chique no bairro da Opéra, em Paris - FashionNetwork


Após o bairro do Marais, na semana passada, será no número 38 da avenue de l'Opéra que a marca abrirá a sua segunda loja parisiense. Um espaço de pouco mais de 300 metros quadrados que combina moda premium, artigos para a casa e acessórios num espírito boémio e criativo.
 
"Ao analisarmos Paris no início, pensámos 'talvez os Champs-Elysées, ou a boulevard Haussmann, com uma flagship’', lembra Peter Ruis. “Depois, focando-nos realmente no ADN da marca, tivemos a oportunidade de investir nestes dois locais, menoresdo  que é nosso hábito, mas com um verdadeiro caráter arquitetónico (telhado de vidro, paredes de pedra...) em bairros diferentes. Se não se está no Marais quando o negócio tem um aspeto lifestyle desenvolvido, algo está errado! No caso da Opéra, é um ponto central da cidade, frequentado por turistas, mas também com muitas sedes corporativas em volta.”

E a Anthropologie já quer abrir outras lojas em França. "Estamos a ver espaços de vendas em Lyon e, por que não, em Nice, onde a Urban Outfitters também se vai estabelecer em breve", anuncia o dirigente. Este será o segundo local desta última em França, desde que a marca de moda jovem do grupo chegou a Paris em fevereiro de 2018.


Peter Ruis é o responsável pelos mercados externos da Anthropolgie - Anthropologie


O crescimento da Anthropologie não se limita ao mercado francês. "A Anthropologie é uma marca relativamente madura nos Estados Unidos, onde possui apenas um pequeno potencial para novas aberturas, pelo que a direção decidiu encontrar oportunidades de crescimento no estrangeiro."
 
A marca fará a sua entrada na Holanda em meados de novembro, instalando-se no centro comercial Leidsestraat, enquanto na Alemanha, onde inaugurou o seu primeiro endereço em Düsseldorf em 2018, está prevista uma segunda abertura em Hamburgo na primavera de 2020. "Berlim e Munique estão certamente na nossa lista", atesta Ruis, que assumiu o controlo dos mercados externos da Anthropologie em meados de 2018.
 
Em novembro de 2019, a empresa fortalecerá também a sua presença no Reino Unido, abrindo duas unidades adicionais em Oxford e Kingston Upon Thames. Belfast também recebeu uma loja em agosto passado. A incerteza do Brexit não parece abalar Peter Ruis: "Continuaremos a abrir de quatro a cinco lojas por ano. Um dos efeitos positivos desta questão política é o declínio nos preços dos imóveis comerciais, o que nos beneficia."


Cada loja Anthropologie tem a particularidade de contar com instalações artísticas - neste caso, borboletas de papel - FashionNetwork


Em Espanha, onde se estabeleceu em Barcelona em fevereiro passado com uma primeira flagship, o lançamento do seu site comercial no país está anunciado para a primavera de 2020. Somente após essa expansão online é que a Anthropologie considerará um próxima abertura física em Madrid, cuja localização está a ser ativamente procurada.
 
Para estruturar estes desenvolvimentos, foi estabelecido um plano de dez anos pela equipa internacional, que também passará, sem dúvida, por Itália. "Atualmente, a marca gera cerca de 100 milhões de dólares em volume de negócios na Europa. O nosso objetivo é atingir pelo menos 500 milhões em dez anos. E totalizar nesse momento cerca de cinquenta lojas no continente [NR: contra 17 atualmente].” Uma progressão que passará também pela internet, pois o objetivo é que as vendas online representem cerca de 50 a 70% da atividade europeia. Atualmente, essa proporção é de cerca de 30%.
 
Lançada em 1992 pelo fundador do grupo URBN, a marca conta com 200 pontos de venda em todo o mundo e alcançou no seu exercício de 2018/19 um volume de negócios de 1,598 mil milhões de dólares, um aumento homólogo de 8,5%. O prêt-à-porter representa metade das suas vendas, os acessórios perto de 15% e o restante diz respeito aos artigos para o lar.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.