×
262
Fashion Jobs
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Service Desk Specialist
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/ f
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy
Efetivo - CLT · Porto
 GRUPO CONSTANT SERVIÇOS EMPRESARIAIS, LDA.
Area Manager - Retalho/Moda (m/f) - Lisboa
Efetivo - CLT · Lisboa
ADIDAS
Sales Associate Centro Comercial Norteshopping
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Gbs Senior Buying Specialist (m/ f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
H&M
Senior Lawyer - Expansion Department
Efetivo - CLT · Barcelone
BOTTEGA VENETA
Sales Assistant
Trabalho temporário · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 30h - CDD 6 Meses - Eci Lisboa H/F
Trainee · LISBONNE
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Arrábida Shopping - Vila Nova de Gaia (m, f)
Efetivo - CLT · Porto
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Rua Pascoal de Melo (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Costureira de Alta Costura- Oeiras Parque (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Dolce Vita Tejo (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
LA ESTAMPA
Coordenador de Estilo (m/f)
Efetivo - CLT · BRAGA
FARFETCH
Senior Men Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
FARFETCH
Senior Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
FARFETCH
Stylist Browns
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
VALÉRIUS
Estágio - Modelista
Estágio · BARCELOS
MR.MOOD
Estágio - Web Designer
Estágio · PORTO

Asics apresenta nova estrutura organizacional após maus resultados

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 15 de fev de 2019
Tempo de leitura
access_time 4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A Asics está a encarar 2019 como o ano para "renascer", após as vendas globais terem caído 3,4% para 386,6 mil milhões de ienes (3,4 mil milhões de dólares) e os custos extraordinários gerarem uma perda de 20,3 mil milhões ienes (182 milhões de dólares) para a empresa em 2018.


Asics


Na quarta-feira, a Asics anunciou uma nova estrutura organizacional liderada por categorias com o objetivo de impulsionar o crescimento das suas categorias Running, Core Performance Sports e Sports Style. O Running tornar-se-á a principal prioridade, já que a empresa almeja o crescimento no Japão, nos Estados Unidos e na China.
 
A mudança acontece depois de um ano difícil para a marca de alto desempenho. O seu último relatório financeiro revela quedas nas vendas na maioria das suas regiões, em parte devido às taxas de câmbio. No Japão, as vendas caíram 1%, para 118,2 mil milhões de ienes, enquanto o fraco desempenho nos Estados Unidos resultou num retrocesso de 15% nas receitas nas Américas, para 90,2 mil milhões de ienes (ou uma contração de 13,5% em moeda constante).

A Europa também gerou menos receita no ano passado, com uma contração de 0,6% (ou 3,3% em moeda constante) para 105,6 mil milhões de ienes, mas a Asics diz que as sapatilhas de corrida ainda continuam a vender bem. As vendas na Oceania, Sudeste Asiático e Sul da Ásia caíram 1,8% (ou 0,7% em moeda constante), para 27,1 mil milhões de ienes, já que as fortes vendas no Sudeste e Sul da Ásia não conseguiu compensar o declínio na Austrália.
 
Finalmente, o Leste da Ásia registou um aumento de 8,6% (8,2% em moeda constante) nas vendas, para 53,3 mil milhões de ienes, como resultado do sólido desempenho da marca de casualwear da Asics, a Onitsuka Tiger.
 
Sobre uma base monetária constante, todos os territórios de mercados emergentes registaram um crescimento significativo, liderado pelo Médio Oriente com um aumento de 99% e a Rússia com um aumento de 19%. Além disso, as vendas do comércio eletrónico cresceram 105% na região EMEA.
 
E, embora a perda atribuível aos acionistas tenha chegado aos 20,3 mil milhões de ienes (depois de um lucro de quase 13 mil milhões de ienes no ano anterior), o relatório também revelou algumas boas notícias. Durante o ano de 2018, a Asics manteve-se atenta aos custos operacionais, melhorando o seu rácio de custo de vendas. Infelizmente, isso não foi suficiente para aumentar o lucro bruto, que diminuiu 1,4% para 180,6 mil milhões de ienes devido à contração nas vendas.


Asics


Nova equipa de gestão na região EMEA

Além da nova estrutura empresarial, a Asics anunciou uma nova equipa de gestão na região EMEA. A nova organização por categorias combinará as funções de Produto, Marketing e Merchandising e será liderada por Gary Raucher, que chega à ASICS a 1 de março.
 
Enquanto isso, a nova organização comercial vai combinar as funções de Planeamento, Compras e Vendas, tanto para o atacado como a venda direta ao consumidor, e será dirigida por Scott Wakefield, que anteriormente dirigiu o negócio direto ao consumidor na Asics.

Tanto Raucher como Wakefield farão parte da nova equipa de gestão, que inclui também Robert Vermin, que continuará no seu cargo de diretor administrativo, e Melinda Brooks Bray, que continuará a ocupar a sua posição como vice-presidente de Recursos Humanos. Os quatro reportarão diretamente a Alistair Cameron, CEO da Asics EMEA.
 
"Sinto-me animado com o crescimento que continuamos a ver nas principais áreas estratégicas e estou confiante no que o futuro nos reserva. As mudanças que fizemos na nossa organização vão permitir-nos promover estratégias específicas por categoria e ter uma visão mais abrangente do mercado. Estou entusiasmado por trabalhar com a minha nova equipa de gestão para impulsionar o crescimento em toda a região", comentou Cameron.


Onitsuka Tiger


Reviravolta

A Asics Corporation, uma empresa com sede em Tóquio, disse que a nova estrutura unificará as suas equipas atuais e ajudará os líderes das categorias a atingirem as suas metas. Até 2019, a fabricante de sportswear tem como objetivo aumentar as vendas em 0,9%, para 390 mil milhões de ienes, enquanto as receitas operacionais devem crescer 14,1%, para 12 mil milhões de ienes.

A marca Onitsuka Tiger, que teve um forte desempenho no Japão e na China, vai impulsionar o crescimento, sendo que a Asics espera que as vendas aumentem 12,4% para 48 mil milhões de ienes durante o ano. A marca de calçado, lançada em 1949, tem uma estética vintage e os seus designs estão orientados para a tendência das sapatilhas informais.

Enquanto isso, a categoria de running de alto desempenho continuará a gerar a maior parte das receitas, com um aumento de 1,5%, para 173 mil milhões de ienes, segundo a Asics.
 
A empresa espera que o aumento nas vendas e a melhoria nas margens operacionais a ajudem a regressar à rentabilidade este ano, apontando para um lucro de 6 mil milhões de ienes atribuível aos acionistas.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.