Asics regista queda nas vendas na região EMEA, mas melhora desempenho

A gigante do desporto Asics acaba de divulgar os números dos últimos nove meses para a região EMEA. A empresa menciona "bons resultados nos principais setores nos três primeiros trimestres de 2018, após um início de ano difícil".


Asics

Segundo a marca, a reorganização da sua atividade "apresenta bons resultados nos mercados emergentes, nas lojas próprias da Asics e no e-commerce", num relatório de atividade que contém boas e más notícias.
 
Comecemos pelas más: os números de base. Nos primeiros nove meses do ano, as vendas líquidas consolidadas caíram 4%, ou 2,7% a taxas de câmbio constantes, para a região EMEA. Não foi publicado nenhum valor específico para o total das vendas.
 
Mas, nem tudo é negativo, longe disso: as lojas próprias da Asics registaram um crescimento de 11%, enquanto o comércio eletrónico disparou 85%. Os mercados emergentes estão igualmente em alta, com +2% na África do Sul, +17% na Rússia e uns impressionantes +131% no Médio Oriente. Este último número deve-se, em parte, à abertura da primeira loja própria da marca no Kuwait, no centro comercial The Avenues Mall.

Em relação às principais categorias de produtos da marca, a sapatilha de running continua estável, a sapatilha de ténis está em alta de 2,4% e a marca lifestyle Onitsuka Tiger alcança “resultados notáveis" com um crescimento de 28%.
 
A empresa lançou várias iniciativas no terceiro trimestre para incentivar o crescimento das suas principais categorias técnicas e lifestyle. Dois dos seus principais modelos de calçado, o Dynaflyte 3 e o Roadhawk FF2, são dotados de solas intermediárias de FlyteFoam Lyte e FlyteFoam Propel, dois materiais "inovadores". No segundo trimestre, a marca lançou também um modelo de calçado para o grande público: o Gel-Kayano.

No ténis, o Asics "ganhou notoriedade" graças à sua parceria com Novak Djokovic. A vitória do campeão na categoria Homens - Simples em Wimbledon e no US Open, calçado com os seus Gel-Resolution Novak, deu um impulso significativo à marca.

Tirando partido das tendências vintage lifestyle, a marca atualizou o seu modelo Gel-Kayano 5 OG de 1999.

O CEO para a região EMEA, Alistair Cameron, declarou: "Reorganizámos completamente a nossa atividade para incentivar o crescimento futuro, forjando relacionamentos mais próximos com os clientes, dando prioridade a projetos estratégicos para o negócio e adaptando-nos mais rapidamente à evolução perpétua do mercado. O crescimento dos nossos principais setores e as nossas parcerias estratégicas são encorajadores, apesar de um início de ano difícil. Estamos confiantes de que esta nova estratégia dará frutos brevemente."

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - CalçadosDesportoNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER