×
371
Fashion Jobs
TIFFOSI
Comprador de Moda (m/f)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo · Alicante
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Dolce Vita Tejo (Ubbo) - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Amadora
H&M
Department Manager Lisboa
Efetivo · Lisboa
RALPH LAUREN
Sales Associate Part Time/ Vendedor de Loja (Part Time)
Efetivo · Modivas
RALPH LAUREN
Sales Associate Part Time / Vendedor de Loja (Part Time)
Efetivo · Modivas
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Évora Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Évora
TIFFOSI
Store Manager/ Gerente de Loja
Efetivo · Beja
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Centro Comercial Lisboa (f/m)
Efetivo · Lisbon
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Centro Comercial Lisboa (f/m)
Efetivo · Lisbon
LEVI'S
Part-Time 20h Levi Strauss Eci
Efetivo · Vila Nova de Gaia
SALSA
Digital Marketing Assistant – Suporte Aos Canais Paid Marketing, Newsletters e Redes Sociais
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Fórum Coimbra - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Coimbra
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Nosso Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Vila Real
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Porto Centro - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Porto
SALSA
Trade Marketing Assistant – Suporte Aos Canais Wholesale & Department Store
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Fórum Algarve - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Faro
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Vila do Conde Fashion Outlet - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Vila do Conde
SALSA
Conseiller(e) de Vente 30h Aeroville
Efetivo · Paris
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
17 de fev de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Asics registou ganhos e perdas em 2020

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
17 de fev de 2021

A gigante japonesa do desporto  Asics viu as suas vendas líquidas caírem 13% no ano passado, para 328,78 mil milhões de ienes (2,5 mil milhões de euros), levando a um declínio no rendimento operacional, que estava no vermelho com um resultado negativo de -3,9 mil milhões de ienes contra 10,6 mil milhões de ienes no ano passado. As perdas "ordinárias" foram de 6,9 mil milhões de ienes e as perdas atribuíveis à empresa-mãe atingiram 16,1 mil milhões de ienes. Ambas as medidas geraram lucros há um ano. 


Asics com sucesso na China - Asics


A empresa foi duramente atingida pela crise da doença de COVID-19, com melhorias no comércio após a primeira onda, que foi seguida por quedas nos últimos meses. Além do fecho temporário de lojas, a Asics também sofreu com o cancelamento de grandes eventos esportivos que teriam sido oportunidades de marketing importantes.
 
No entanto, o grupo teve um bom desempenho na China. Na Grande China, as vendas cresceram 4% em relação ao ano anterior e as vendas na categoria de alto desempenho corrente aumentaram mesmo 25% excluindo os efeitos cambiais. Outra boa notícia é que as vendas de comércio eletrónico cresceram a nível mundial, com um impressionante aumento de 112% na América do Norte e um salto de 134% na região EMEA.

É claro que a empresa se esforçou para aproveitar ao máximo as oportunidades digitais ao longo do ano e também administrou o seu stock com muito cuidado. Com o fecho forçado das suas lojas, observou o que estava a funcionar e o que não estava nas lojas físicas, e fechou permanentemente a sua loja na 5.ª Avenida, em Nova Iorque. Uma decisão que foi tomada por a empresa precisar de melhorar os lucros do seu negócio na América do Norte.
 
A  Asics também continuou a lançar novos modelos de calçado, o que parece justificado num ano em que muitos clientes confinados ganharam novos hábitos, tais como o de correr. Foram lançados novos modelos de sapatos emblemáticos pela sua marca principal, mas também pela marca Onitsuka Tiger, incluindo uma colaboração com a Valentino.
 
Na EMEA, a Asics informou ter limitado a caixa devido às circunstâncias excecionais com uma queda de "apenas" 7,3% nas suas receitas. O forte crescimento das vendas online foi alimentado pelo lançamento de novos serviços digitais que ajudam os clientes a encontrarem os produtos certos online, bem como a organização do seu primeiro evento online, Asics World Ekiden, que atraiu um recorde de 56.000 participantes.

Segundo a sua filial EMEA, a empresa continua a ser líder na categoria de funcionamento na Europa, de acordo com os dados da NPD. Além disso, ganhou 3% de quota de mercado na categoria de calçado de corrida "Made For and Used For" acima dos 90 euros nos cinco principais países europeus (Reino Unido, França, Alemanha, Itália e Espanha). Também ganhou 2% de quota de mercado na categoria Ténis e 10% na categoria Indoor, mais uma vez para os mesmos países.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.