×
358
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m) 1
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conde (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Ales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lango (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lago (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Mar Shopping Matosinhos - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Matosinhos
SALSA
Vendeur(se) Carre Senart 30h
Efetivo - CLT · Paris
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
19 de fev de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Asics termina o ano com queda nas vendas

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
19 de fev de 2020

A multinacional japonesa de sportswear Asics Corporation encerrou o ano com queda nas vendas. Apesar de despesas de marketing mais elevadas do que nunca, as vendas na Europa estão a diminuir.


Asics fecha o ano com vendas em baixa - Facebook: Asics


As receitas da empresa caíram 2,2%, para 378,05 mil milhões de ienes japoneses (3,17 mil milhões de euros) no exercício de 2019, encerrado a 31 de dezembro. As linhas de prêt-à-porter e equipamentos pessoais registaram vendas lentas, apesar do bom desempenho do segmento de corrida e da marca Onitsuka Tiger, excluindo efeitos cambiais.
 
Por região, as vendas no Japão aumentaram 2,3%, para 120,95 mil milhões de ienes japoneses (1,02 mil milhões de euros), graças às boas vendas de calçado às filiais estrangeiras.

Na América do Norte, as vendas caíram 0,2% (ou subiram 1,2% excluindo efeitos cambiais), para 78,96 mil milhões de ienes japoneses (660 milhões de euros). A linha de corrida técnica e as categorias de alto desempenho também registaram bons resultados.

Na Europa, por outro lado, as vendas caíram 9,5% ou 3,7%, excluindo efeitos cambiais. Os resultados da linha de corrida técnica e dos produtos de sportswear são dececionantes.
 
As vendas na Grande China também perderam 0,6%, enquanto as regiões do Sul e do Sudeste da Ásia tiveram um aumento de 18,8% nas vendas, novamente graças à Onitsuka Tiger e à corrida.
 
O lucro líquido do ano foi de 7,1 mil milhões de ienes japoneses (59,6 milhões de euros), principalmente devido ao registo de impostos diferidos ativos devido à consolidação fiscal no Japão, aplicada a partir de próximo ano fiscal. No ano passado, a empresa registou perdas líquidas de 20,3 mil milhões de ienes japoneses (170 milhões de euros).

No quarto trimestre de 2019, as vendas globais da empresa aumentaram 1%, para 91,9 mil milhões de ienes japoneses (770 milhões de euros). O lucro líquido atingiu 159 milhões de ienes japoneses (1,33 milhões de euros) contra perdas líquidas de 28,6 mil milhões de ienes japoneses (240 milhões de euros) no exercício anterior.
 
Para o atual exercício, a Asos espera receitas de aproximadamente 400 mil milhões de ienes japoneses (3,36 mil milhões de euros), o que representaria um aumento de 5,8%. Atualmente, o resultado de exploração é estimado em 9 mil milhões de ienes japoneses (76 milhões de euros), uma queda de 15,4%. A renda ordinária deverá ser de 8 mil milhões de ienes japoneses (68 milhões de euros), uma queda de 20,8%. Por fim, o lucro líquido deverá cair 43,6%, para 4 mil milhões de ienes japoneses (34 milhões de euros).

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.