×
327
Fashion Jobs
ADIDAS
Senior Project Manager - Fulfilment Programs (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply / Fulfillment (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Operations Specialist (M/F/D) - HR Services
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Procurement Manager (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sap sd (Afs & s4/Hana) (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply Primary Data (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Supply Chain Management Products - Tms Integration (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Planning Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager Supply Chain (M/F/D)
Efetivo · Porto
SALSA
Marketplaces Account Manager - Oportunidade de Contrubuir Para a Internacionalização da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Apo/Ibp (Snp) Consultant (F/M/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Hcm/sf Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Controlling & Reporting - Brand Operating Overheads (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Controlling & Reporting - Group Functions Controlling Legal (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Controlling & Reporting - Marketing Working Budget (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
Por
Agência LUSA
Publicado em
19 de nov. de 2021
Tempo de leitura
4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Associação quer levar reaproveitamento de vestuário usado à maior parte dos municípios em 2025

Por
Agência LUSA
Publicado em
19 de nov. de 2021

 A associação Humana, que reaproveita vestuário usado, quer estar na maior parte dos municípios portugueses dentro de dois anos, lembrando que após 2025 se torna obrigatório na União Europeia a recolha seletiva de resíduos têxteis.


Loja da Humana Portugal em Lisboa - Fotografia: Divulgação


Em declarações à Agência Lusa, a responsável da associação pela recolha têxtil em Portugal, Sónia Almeida, disse que atualmente os contentores de recolha de roupa usada da Humana estão em cerca de meia centena de municípios, um número que, disse, espera ver crescer rapidamente.

Atualmente, a associação, criada na Noruega e em Portugal desde 1985, tem no país 838 contentores em vias públicas, nos quais se podem depositar roupas, calçado, acessórios e têxteis, que ou depois são vendidos a preços baixos ou reciclados, sendo destruída uma pequena percentagem.

Só no ano passado, a Humana recuperou 2.923 toneladas de têxteis usados em Portugal, que nas contas da associação representam a não-emissão de 9.262 toneladas de dióxido de carbono, o equivalente retirar das estradas 3.479 automóveis cada um a circular 15.000 quilómetros.

O balanço de 2020 foi ontem (18) feito numa cerimónia de atribuição de prémios pela associação, os Prémios Humana Circular 2021, que reconheceu entidades públicas e privadas em Portugal que se destacam na gestão eficiente dos resíduos, na promoção do desenvolvimento sustentável e nos modelos económicos circulares. A Lusa foi uma das entidades premiadas, o que associação justificou pela divulgação de elevado número de notícias nesta matéria, mesmo em tempo de pandemia.

Sónia Almeida disse também que a cerimónia de hoje marca o início do relançamento da Humana, após o período de pandemia de covid-19, lembrando que depois de 2025 a recolha de têxteis se tornará obrigatória em toda a União Europeia e salientando que a gestão sustentada de têxteis usados é um bom exemplo de economia circular e de como a cooperação funciona na luta contra as alterações climáticas.

Além de vender roupas usadas a preços baixos a Humana tem programas de cooperação para o desenvolvimento com entidades da Guiné-Bissau e de Moçambique. Em Moçambique, por exemplo, 30 mil agricultores receberam apoio canalizado pela associação.

Quer Sónia Almeida quer Rafael Mas, um dos responsáveis da associação para a Península Ibérica, dizem que a entrega de roupas usadas tem vindo a aumentar, explicando Sónia Almeida que os contentores são recolhidos duas vezes por semana.

Rafael Mas disse que mais de 50% das roupas usadas são reutilizadas e vendidas nas lojas de Portugal e de Espanha, que entre 35 a 30% das roupas são recicladas, e que o restante vai para aterro ou é valorizado como energia.

No entanto o responsável lamentou que a reciclagem seja “muito complicada” e para produtos de menos valor, algo que espera que mude quando da recolha seletiva.

A reciclagem, disse, quase não é feita na Europa, pelo que uma peça de roupa feita num país asiático pode ser vendida num país europeu e depois voltar ao local de origem para ser reciclada, com todos os custos ambientais que tal acarreta.

A Humana tem em Espanha cinco mil contentores e 44 lojas, e recolhe 17 mil toneladas de têxteis por ano.

Cada quilo de roupa reutilizada e não incinerada evita a emissão de 3,169 quilos de dióxido de carbono, de acordo com a Comissão Europeia.

A indústria têxtil é uma das mais poluentes do mundo. Associações ambientalistas têm alertado para a “enorme pegada ecológica” da indústria e para a enorme pressão que exerce sobre o planeta o facto de cada vez serem produzidas, consumidas e deitadas fora mais roupas.

A nível mundial, entre 2000 e 2015, a quantidade de roupa produzida no mundo duplicou. E de acordo com a organização ambientalista internacional Greenpeace, “cada pessoa compra, em média, mais 60% das peças do que comprava no ano 2000 e só as mantém metade do tempo”. E só 01% do total de têxteis produzidos são reciclados em novos têxteis.

Segundo dados da Agência Portuguesa do Ambiente, em 2017 foram recolhidas cerca de 200 mil toneladas de resíduos têxteis nos contentores do lixo, o que representa cerca de 4% do total de resíduos urbanos produzidos em Portugal.

FP // JMR (Lusa)

Copyright © 2022 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.